FIVB lança parceria mundial de vôlei de US $ 300 milhões para impulsionar o crescimento global

A Federation Internationale de Volleyball (FIVB) lançou uma nova iniciativa de negócios de $ 300 milhões (£ 220 milhões / € 250 milhões), Volleyball World, projetada para impulsionar o crescimento e o investimento em todo o mundo.

A FIVB está trabalhando em parceria com a CVC Capital Partners Fund VII, que investiu e trabalhou em muitos outros esportes, incluindo Fórmula 1, Moto GP e Rugby Union.

Um comunicado da FIVB afirmou que a nova parceria com a empresa com sede em Luxemburgo “irá impulsionar a inovação, o crescimento e o investimento no voleibol em todo o mundo”.

Ele acrescentou: “O voleibol é o quarto esporte mais popular no mundo, com mais de 800 milhões de torcedores e alta participação, em mercados atraentes como Itália, Brasil, Japão, Polônia, China e Estados Unidos.

“O vôlei foi o esporte mais assistido nos Jogos Olímpicos Rio 2016, com 2,6 bilhões de horas de espectadores em todo o mundo.

“O Voleibol Mundial se tornará a entidade comercial do esporte em todo o mundo, inicialmente pela FIVB e com o objetivo de posteriormente trabalhar em conjunto com outras ligas e federações, com o objetivo de aumentar o perfil e popularidade do esporte, através de uma investimento em benefício de torcedores, jogadores e Federações Nacionais.

“O Voleibol Mundial será responsável pela operação comercial dos principais eventos internacionais de vôlei e vôlei de praia, incluindo os Campeonatos Mundiais, as Eliminatórias Olímpicas e a Liga das Nações de Voleibol.

“A parceria se concentrará na hospedagem de eventos, experiência dos fãs, mídia, oportunidades de dados / digitais e patrocínio para aumentar a receita de negócios para reinvestimento, garantindo o sucesso do esporte a longo prazo.”

A nova Iniciativa Mundial de Voleibol foi projetada para aprimorar a experiência dos eventos da FIVB, como as Finais do Tour Mundial, e para expandir o crescimento global do esporte © FIVB
A nova Iniciativa Mundial de Voleibol foi projetada para aprimorar a experiência dos eventos da FIVB, como as Finais do Tour Mundial, e para expandir o crescimento global do esporte © FIVB

A FIVB, junto com suas 222 Federações Nacionais, continuará sendo o único órgão regulador global do voleibol responsável pelo esporte e seu desenvolvimento, é o que promete.

Como acionista majoritário da Volleyball World, a FIVB supervisionará a nova visão de negócios para o vôlei e, ao mesmo tempo, garantirá que os interesses de todas as partes interessadas sejam representados.

O presidente da FIVB, Ary Graça, comentou: “Estamos muito satisfeitos com a parceria com a CVC para lançar o Voleibol Mundial.

“A FIVB tem o compromisso de inovar constantemente enquanto busca oportunidades que possam apoiar o desenvolvimento do esporte em todo o mundo.

“Na CVC estamos confiantes de termos encontrado um parceiro com experiência, rede e capital para apoiar a FIVB em sua missão de profissionalizar ainda mais o esporte em benefício de torcedores, jogadores e Federações Nacionais.

“O Volleyball World vai alimentar o crescimento financeiro do nosso esporte e criar legados duradouros para todo o jogo. Trabalhando em parceria com a CVC, podemos garantir o futuro do voleibol e sair mais fortes dos desafios de hoje.”

A CVC possui escritórios em 22 países na Europa, Ásia e Américas, que a FIVB acredita que ajudará a acelerar o crescimento dos negócios do voleibol e o investimento no esporte em todos os níveis.

Finn Taylor, à esquerda, ex-diretor de show business do Cirque du Soleil Global Touring, foi nomeado CEO Mundial do Voleibol © Getty Images
Finn Taylor (à esquerda), ex-diretor de espetáculos de turismo global do Cirque du Soleil, foi nomeado diretor executivo do Volleyball World © Getty Images

O CEO do Volleyball World será Finn Taylor, ex-diretor do negócio de turismo global do Cirque du Soleil, supervisionando o crescimento e a expansão geográficos significativos.

O presidente do Conselho será Fernando Lima, ex-secretário geral da FIVB.

Outros membros do Conselho incluem Fabio Azevedo, atual CEO da FIVB, e Simon Denyer, fundador e ex-CEO do Grupo DAZN.

No ano passado, a CVC expandiu sua presença na união de rúgbi concluindo seu acordo por uma participação de 28 por cento na competição provincial Pro14 e espera-se finalizar seu investimento no torneio da seleção nacional das Seis Nações em breve.

Além disso, a CVC faz parte de um consórcio que visa adquirir uma participação de 10 por cento em uma nova empresa de direitos de mídia que está estabelecendo a Série A, a categoria mais alta do futebol italiano.

O diretor de esportes, mídia e entretenimento da CVC Capital Partners, Nick Clarry, acrescentou: “O vôlei é um dos esportes mais populares do mundo e há uma enorme base de fãs e potencial de negócios inexplorado.”

“A FIVB e a CVC, trabalhando juntas no mundo do voleibol, irão impulsionar a inovação e aumentar o envolvimento dos fãs, acelerando o crescimento e permitindo um reinvestimento substancial no esporte.

“Estamos muito satisfeitos com a parceria com a FIVB e esperamos trabalhar de perto para desenvolver o esporte globalmente, trabalhando em colaboração com todos os jogadores, ligas e federações nos próximos anos.”

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *