Flanery elabora uma ode ao jiujitsu brasileiro com ‘Champion’

O que Sean Patrick Flanery aprendeu ao longo de uma vida dedicada não apenas à atuação, mas ao jiujitsu brasileiro?

Paciência.

Foi em 2007 que Flanery escreveu “Born a Champion”, que vai ao ar na sexta-feira. “Escrevi na minha cama à noite, pouco antes de dormir, e pensei que estava no caminho certo”, lembrou ele.

“Acordei na manhã seguinte e o desenvolvi totalmente como um conto totalmente desenvolvido.” Anos depois, ele o poliu como um roteiro com outro escritor. Agora foi filmado.

“Champion” estrela Flanery como Mickey Kelley, faixa-preta americana de jiujitsu brasileiro que, depois de lutas em Dubai e em outros lugares, acaba em um torneio perigoso e não autorizado de MMA.

“Todo este filme é minha carta de amor ao jiujitsu e o que ele fez pela minha vida”, disse ele. “Sei que é um velho ditado: ‘Isso e aquilo salvou minha vida’, mas essa arte salvou minha vida. Muitas das minhas bênçãos estão dentro desta arte marcial. É realmente uma força muito poderosa na minha vida. “

‘Born a Champion’ da Lionsgate Entertainment

Flanery surgiu na década de 1990, um belo ator que estrelou em “The Young Indiana Jones Chronicles”, “Powder” e “The Boondock Saints”.

Embora ele continue a ter um desempenho constante, “Champion” se qualifica como um veículo de retorno?

“Eu não sei o que isso vai acabar sendo. Eu certamente espero que as pessoas vejam.

“Continuei trabalhando, embora muitos deles não tenham saído do jeito que você planejou. Eu sei que estou incrivelmente orgulhoso disso, realmente. Espero que ele flutue até a superfície com a parte exposta do iceberg, na verdade.

“Por causa de todas as coisas que eu quero, um dia meus filhos” – ele tem três anos – “dirão: ‘Meu pai fez isso.’

Para a luta culminante do filme, não há acrobacias, nem truques de câmera onde uma Flanery amadora, quase nua, nega seus 55 anos. Você filmou isso 15 anos atrás ou algo parecido e o lançou agora?

“Isso”, ele riu, “é uma homenagem ao jiujitsu brasileiro: se você fizer isso, você fica em uma forma fantástica.

“O que é: treino diariamente. É um treino aeróbico e anaeróbio completo que leva você ao limite. Tudo, todo o meu físico, meu sistema cardiovascular, tudo, é um produto disso.

“Eu faço o meu melhor para ter uma dieta saudável, mas faço exercícios todos os dias. Acho importante nunca largar essa corda. Talvez muitas pessoas cheguem a um ponto em que expiram e se soltam.

“Fiz uma anotação mental para nunca desistir e aquele tapete de jiujitsu brasileiro me liga todos os dias.

“É uma forma diferente de igreja em meu mundo. Meus filhos, minha esposa, todos nós vamos para aquele tapete. “

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *