Focar na intriga deixa as pessoas menos informadas sobre a covid-19, diz Bolsonaro

JBr.

O presidente Jair Bolsonaro disse na segunda-feira 23 que quanto mais jornalistas falarem sobre questões de “intriga e poder” entre ele e os governadores, menos informados serão os habitantes da luta contra o novo coronavírus “e mais pânico será alimentado”.

Em uma sequência de publicações no Twitter, o presidente destacou as “reuniões importantes” realizadas com os governadores estaduais das regiões Norte e Nordeste, após as quais o governo federal anunciou R $ 88,2 bilhões em medidas de apoio aos estados e municípios na contenção de impactos Fatores socioeconômicos da pandemia de covid-19. “Mas alguns jornalistas insistem em falar sobre tópicos que geram intrigas, fofocas e pânico”, acrescenta.

“É preciso cuidar da saúde física, mas também emocional, dos brasileiros. É nosso dever protegê-los com coragem, calma e sabedoria. Faça isso e você terá meu apoio! “Escreveu o presidente.

Nas últimas semanas, Bolsonaro recebeu críticas de alguns governadores por atitudes como, em 15 de dezembro, já em meio a recomendações do Ministério da Saúde para evitar multidões, cumprimentar, abraçar e tirar fotos em frente ao Palácio do Planalto. com algumas centenas de pessoas que falaram a favor e contra o Congresso e o Supremo Tribunal Federal (STF).

No domingo à noite 22, em entrevista à Record TV, Bolsonaro se referiu ao que chamou de “parte” dos governadores de “verdadeiros exterminadores de empregos”, acrescentando que a crise causada pela paralisia da maioria dos a atividade econômica nos Estados Unidos é “muito pior do que o próprio coronavírus tem causado no Brasil e ainda pode causar”.

Na mesma entrevista, ele afirmou que “a grande mídia” e os governadores estão “olhando” em sua cadeira e querem removê-lo do poder “de qualquer maneira”. “Se eu puder antecipar minha partida, eles o farão. Mas, da minha parte, eles não terão a oportunidade. ”Bolsonaro também listou, lendo notas, eventos que tiveram um grande número de presentes que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), participou no início deste mês.

No dia anterior, falando à CNN Brasil, Bolsonaro chamou Doria de “lunática”.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.