Fóssil de ave de 115 milhões de anos encontrado no Brasil

Paleontólogos que trabalham no Brasil descobriram o fóssil de uma ave ornituromórfica que viveu durante o período do Cretáceo Inferior.

Reconstrução da vida de Kaririavis mater. Crédito de imagem: Divulgação.

Kaririavis mater viveu no que hoje é o Brasil há cerca de 115 milhões de anos (época do Cretáceo Inferior).

Kaririavis mater viveu durante o período Cretáceo, quando o supercontinente Gondwana, que incluía América do Sul, África, Austrália, Antártica e Índia, estava se dividindo ”, disse Dr. Ismar de Souza Carvalho, paleontólogo da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Universidade de Coimbra e colegas.

A nova espécie é membro de Ornithuromorpha, um grande grupo de pássaros que contém todas as espécies extintas e vivas, mas não os enantiornitos mesozóicos.

“Ele tinha características morfológicas primitivas e modernas, o que tornava seu comportamento e nicho ecológico ainda misteriosos”, afirmam os paleontólogos.

“Tinha pés ásperos, falanges de dedo muito robustas e uma garra no segundo dedo do pé, muito curva e proporcionalmente grande para seu tamanho, ao contrário das encontradas na maioria dos ornituromorfos, que têm pés e dedos finos.”

Os restos fossilizados de Kaririavis mater – um pé direito isolado com algumas penas – foram recuperados da Formação Crato na Mina Pedra Branca, no estado do Ceará.

Sua conformação de pé única indica que pode pertencer a um clado ornituromórfico desconhecido com algumas semelhanças superficiais com ratites vivos que não voam, como a ema ou avestruz.

O pé fossilizado de Kaririavis mater com 115 milhões de anos.  Crédito da imagem: Carvalho et al., Doi: 10.1080 / 02724634.2021.1988623.

O pé fossilizado de 115 milhões de anos Kaririavis mater. Crédito da imagem: Carvalho et al., doi: 10.1080 / 02724634.2021.1988623.

De acordo com os cientistas, Kaririavis mater é o mais antigo membro conhecido de Ornithuromorpha de Gondwana e o fóssil de ave mais antigo da América do Sul.

“A presença de ornituromorfos do Cretáceo Inferior no Brasil indica que o clado estava muito difundido no Gondwana durante o Mesozóico”, disseram.

“A descoberta lança luz sobre a discussão sobre a origem dos pássaros na Terra”, disse o professor José Xavier Neto, pesquisador da Universidade Federal do Ceará.

“A China é a fonte mais importante do mundo de fósseis de pássaros primitivos. Mas, com essa descoberta inédita, o local de origem das aves agora é incerto e definitivo: as aves apareceram na China e voaram para o Brasil ou apareceram no Brasil e depois voaram para a China? ”.

A descoberta de Kaririavis mater descrito em um papel postado online no Journal of Vertebrate Paleontology.

_____

Ismar de Souza Carvalho et al. Uma nova ave ornituromórfica do Cretáceo Inferior da América do Sul. Journal of Vertebrate Paleontology, publicado online em 11 de novembro de 2021; doi: 10.1080 / 02724634.2021.1988623

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *