Futuro do iPhone no Brasil nas mãos do STF, Netflix ganha rival grátis e mais | Plant TC

Chegou a hora de mais uma edição do Chamada TC, onde separamos as principais notícias da última semana para que você possa ficar a par de tudo o que aconteceu em um só lugar.

Nesta edição falaremos da Oi que vende as divisões de fibra e TV além de celulares, o primeiro celular com uma câmera under-screen a ganhar uma data de lançamento, uma briga entre EUA e China, briga entre Apple e Gradiente, e novidades serviços de streaming no Brasil.

Você é curioso? Em seguida, role para baixo para ver um resumo de tudo.

Estados Unidos x China e Apple x Gradiente


A luta entre os Estados Unidos e a China parece longe do fim e a cada dia que passa a situação piora.

Depois de praticamente mata Huawei no oeste com tantas proibiçõesA administração Trump agora está começando a se concentrar em aplicativos e serviços chineses populares, incluindo TikTok, WeChat e até mesmo Alibaba, de propriedade do AliExpress.

ByteDance e Tencent, proprietários do TikTok e WeChat, respectivamente, tem até o final de setembro para vender os serviços para uma empresa americana se quiser continuar operando no país, sob pena de ser banida definitivamente e enfrentar sanções ainda mais duras. A obrigação do Alibaba ainda não foi dita..

Quem não gosta muito disso é a Apple, conforme pesquisas indicam que Usuários chineses preferem migrar para Android do que usar um iPhone sem WeChat, o que faria com que a Apple perdesse milhões de clientes em potencial De uma só vez.

E por falar em Apple, a empresa parece longe de ter paz, porque até no Brasil ainda está em disputa judicial. Em ação que agora chega ao STF, o Gradiente solicita a validação do seu cadastro para a marca iphone, já que a patente foi aberta em 2000 e aprovada em 2008, um ano após o lançamento do primeiro iPhone da Apple.

Desde então, as empresas têm se esforçado para ver quem tem o direito de usar, e um iPhone Gradient foi lançado em 2012 com Android. Se o STF der motivo à Gradiente, a Apple terá que pagar royalties para continuar usando a marca no Brasil, o que tornará os aparelhos já mais caros mais caros por aqui.

Fortnite removido das lojas Android e iOS


Se você acompanha o mundo dos videogames, provavelmente já ouviu falar luta envolvendo Epic Games, Apple e Google. Em um movimento arriscado, o O proprietário do Fortnite decidiu fornecer um método de pagamento externo para comprar itens no jogo, o que é contra as políticas da App Store e da Play Store.

Sem surpresa, isso fez com que o jogo fosse retirado de ambas as lojas, mas isso foi apenas o começo da história.

Tudo fazia parte do plano inovador da Epic para Mover o público de jogadores com taxas consideradas abusivas que a Apple e o Google cobrem pelas transações de suas lojas, que segundo a marca chegam a 30% dos valores movimentados e devem ser pagas por quem deseja ter transações internas em seus aplicativos, configurando-se assim uma espécie de monopólio.

No caso da Apple até faz sentido chamá-lo assim, já que o iOS só aceita a instalação de aplicativos e jogos da própria loja, mas no Android Fortnite pode ser instalado por meio de rotas alternativas, seja em lojas de fabricantes como Samsung e Huawei ou até mesmo pelo pacote de instalação baixado diretamente no aparelho.

De qualquer forma, agora a Epic Games está processando a Apple e o Google alegando práticas anticompetitivas, então só temos que esperar pelas cenas nos próximos capítulos para ver o que isso trará.

Disney Plus com data de chegada ao Brasil e VIX grátis


Disney Plus finalmente conseguiu uma data oficial para chegar ao Brasil. Em um comunicado à imprensa, a Casa do Mickey revelou que o serviço chega completo ao nosso país em novembro, incluindo toda a biblioteca de filmes, séries e animações.

Infelizmente, o preço a ser cobrado pela assinatura mensal ainda não foi revelado, mas rumores apontam para R $ 29 quanto ao valor a escolher, bem acima do que a Amazon cobrava na Prive Video, mas abaixo do que a Netflix pede pelo seu pacote 4K.

Quem não quer pagar por streaming de filmes e séries, no entanto, também tem um novo aliado, pois VIX acaba de chegar ao Brasil.

Chamado de VIX Cine y TV, o serviço tem uma forma de monetização semelhante ao que é feito no YouTube, ou seja, você não precisa pagar um valor ou mesmo se cadastrar para começar a usar a plataforma, mas terá que conviver com anúncios a cada 12 minutos de conteúdo visto.

Por ser um serviço ainda em construção, o catálogo é muito mais limitado que rivais como Disney Plus, Amazon Prime Video e Netflix, mas já é possível encontrar filmes, séries e até novelas nacionais, servindo como uma boa alternativa para quem quer fugir da TV aberta sem ter que colocar a mão no bolso.

Ola vendendo tudo


Recentemente, comentamos que o Oi está prestes a finalizar a venda de sua divisão móvel para Tim, Claro e Vivo, mas aparentemente a empresa tem muito mais em mente.

Durante uma semana em Oi anuncia a venda de sua divisão de TV paga, e também estipulou um valor para qualquer interessado na divisão de fibra óptica. No caso da primeira, R $ 20 milhões são solicitados por clientes DTH, infraestrutura e equipamentos, enquanto a rede de fibra, já bastante avançada, tem um preço fixo de R $ 20 bilhões, sendo o valor anterior pouco mais de R $ 11 mil milhões. .

O leilão de venda da divisão mobile vai acontecer no final deste ano, então vamos aguardar para ver se teremos mais itens vendidos até lá.

ZTE lança primeiro smartphone com câmera sob tela em setembro


A corrida para ver quem lança o primeiro smartphone com uma câmera embaixo do visor havia desaparecido nos últimos meses, com empresas como Oppo mim Vsmart demonstrando protótipos, mas ainda sem planos de colocar produtos nas prateleiras.

De repente, isso muda com a ZTE chinesa, que nos últimos dias não só confirmou o lançamento do Axon 20 5G com câmera sob a tela para o próximo dia 1º de setembro bem como já certificou o dispositivo em órgãos reguladores, permitindo a sua comercialização assim que for oficialmente apresentado.

O dispositivo tem um design que segue a linha atual, com câmeras traseiras em bloco no canto superior esquerdo, mas o destaque é o painel frontal sem entalhe ou orifício, sem a necessidade de recorrer a uma câmera pop-up ou outro mecanismo. eles gostam de tirar selfies.

Outras especificações incluem um display OLED de 6,92 polegadas, uma câmera frontal e traseira de 32 megapixels com quatro sensores de até 64 megapixels, um chipset octa-core de 2,4 GHz não identificado que suporta 5G, 6 a 12 GB de RAM e 64 a 256 GB de armazenamento interno. A bateria é de 4.120 mAh e vem com Android 10 pronto para uso, sem detalhes de preço ou disponibilidade.

You May Also Like

About the Author: Manoel Menezes Kimura

"Analista hardcore. Viciado em Twitter. Comunicador. Jogador sutilmente encantador. Fã de bacon. Fanático por álcool irritantemente humilde."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *