Futuro do SI Brasil está na balança, Ubisoft confirma ausência de rebaixamento — SiegeGG

Indo para a fase final da temporada, a maioria das equipes no Brasil ainda está na disputa para se classificar para o Six Invitational. Muito está em jogo sobre quantas equipes da região irão para o SI 2023 e quem serão.

equipes

  • esportes w7m: HerdsZ, Kheyze, Jv92, volpz, JULIO, Abreu (treinador), igoorctg (treinador)
  • Equipamento líquido: Paluh, NESKWGA, resetz, AsK, Lagonis, hugzord (treinador), mcunha (analista)
  • Equipe um: Dotz, d4sh, rhZ, Maia, L0BIN, IntacT (treinador)
  • Fúria Esports: Miracle, Fntzy, R4re, Handyy, Stk, Kizi (Analista)
  • Clã FaZe: Astro, cameram4n, soulz1, Bullet1, Cyber, Ramalho (treinador)
  • dragões negros: Patoxy, nade, ion, Peres, Bassetto, freezao (treinador), bandido (analista)
  • MIBR: Faallz, FelipoX, LuKid, Rappz, reduct, Dark (treinador),
  • Ninjas de pijama: Kamikaze, Psycho, Muzi, Pine, Wizard, Sneepy (treinador)
  • 00 Nação: KDS, Levy, S3xyCake, Neskin, ao vivo, TchubZ (treinador), RafadeLL (analista)
  • TropiCaos: DRUNKKZZ, PpWs, ZaaK, yektz, kondz, Vittzzz (treinador), Hellraiser (analista)

Histórias para ver no Brasil

Six Invitational 2023 Global Standing: Brasil em um ponto sensível

Das 20 equipes que estarão presentes no Six Invitational 2023, 16 delas se classificarão pelo Ranking Mundial.

Mas as probabilidades parecem estar contra as equipes brasileiras, que estão descontentes com o atual sistema competitivo desde que foi revelado. No Brasil, apenas os quatro primeiros recebem SI Points, enquanto na Europa e América do Norte, isso chega a oito equipes.

O formato da Elite Six Cup desta temporada teve como objetivo dar às listas sul-americanas e mexicanas uma melhor chance de chegar a um cenário internacional.

Em vez disso, privou as equipes no meio e na parte inferior da tabela no Brasil de oportunidades de avançar para a qualificação para o próximo Six Invitational. Por exemplo, os quatro primeiros MIBRs consecutivos do Six Invitational e o núcleo 00 Nation de ex-campeões do México Major já estão praticamente fora da corrida SI Global Standings.

Com apenas FURIA Esports e w7m esports com mais de 600 SI Points, essa etapa será um diferencial para o Brasil e as aspirações da região de levantar o martelo.

A liderança da Lagonis é o que a Team Liquid precisava?

Lorenzo “Lagonis” Volpi rapidamente se tornou um IGL respeitado pelos fãs e colegas jogadores. Depois de um período de quase dois anos no Team oNe, com quem venceu o Mexico Major e liderou outro time novato para as quartas de final do Charlotte Major enquanto jogava com uma enorme desvantagem, ele decidiu ir em frente e assinar com o Team Liquid.

Liquid vai olhar para sua experiência e liderança, habilidades que foram críticas para o sucesso do Team oNe no Major do México e reconstruir a lista quando 00 Nation selecionou a maior parte da equipe.

Ao ingressar na Team Liquid, a lista provavelmente tirará Gabriel “AsK” Santos do papel IGL da equipe em favor de Lagonis. Embora provavelmente seja uma atualização, é disso que a equipe realmente precisa?

Após a derrota do FURIA para o FaZe Clan, o ex-técnico Julio “JULIO” Giacomelli mencionou que “A Liquid é uma equipa muito boa mas não tem este jogador agressivo”, referindo-se ao seu próprio jogador Diogo “Fntzy” Lima.

Mas também parece que a Team Liquid tem lutado com problemas de liderança no ano passado. AsK foi contratado como substituto de Thiago “xS3xyCake” Reis, segundo o analista da equipe e técnico Marcelo “mcunha” Cunha, um momento após a contratação ser finalizada.

JULHO volta ao jogo

Apesar do domínio inigualável da w7m esports na BR6, a equipe decidiu se separar de Gleidson “GdNN1” Nunes para contratar o ex-campeão mundial Julio “JULIO” Giacomelli.

Julio se separou da Ninjas in Pyjamas após a conclusão da primeira etapa e se juntou à FURIA Esports como técnico da equipe que segue para a Etapa 2. Agora, o brasileiro está de volta como jogador e está com fome de construir seu legado. pausa do mês.

Para alguns, essa é uma decisão controversa. GdNN1 foi e ainda é rotulado como um dos melhores players de suporte da região, tendo feito mais plantas no Berlin Major. Agora, o jogador brasileiro perderá a Fase 3, pois a mudança foi feita dois dias antes da conclusão da janela de transferências.

Sem rebaixamento após o anúncio mais recente da Ubisoft

Depois que a TropiCaos comprou a equipe da INTZ, não ficou claro se ela ficaria na BR6 por muito tempo; sua nova equipe está na parte inferior da classificação, seis pontos atrás do 00 Nation, que está em nono lugar. No entanto, de acordo com um anúncio da Ubisoft feito esta semana, todas as competições da LATAM não terão rebaixamento este ano.

Isso significa que as equipes lutarão para se classificar para a Elite Six Cup desta fase, enquanto as outras seis disputarão a terceira fase da Copa do Brasil.

Black Dragons, MIBR e 00 Nation terão apenas que se concentrar na qualificação para o que seria sua primeira aparição internacional do ano. A nova lista do Team oNe também tentará se qualificar, pois os magos perderão o Six Invitational se não participarem do Major em novembro.

Os quatro primeiros colocados na classificação geral após a conclusão da terceira fase se classificarão automaticamente para as finais do BR6, que serão disputadas antes do Six Invitational.

Participe da largada da BR6 no dia 17 de setembro às 17:00 horas (UTC-2).

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.