Governo anuncia retomada de ações contra crimes ambientais em terras indígenas no Pará | de

ELE Ministerio de Defesa anunciou nesta sexta-feira (7) a retomada das ações de combate aos crimes ambientais na terra indígena Munduruku, no Pará.

A interrupção foi anunciou nesta quinta-feira (6), um dia após o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, Eu visitei a região e fui alvo de protestos. O grupo que realizou o ato evitou inclusive a decolagem de avião e helicóptero.

Na nota divulgada na sexta-feira, o Ministério da Defesa disse que a suspensão das operações por um dia respondeu aos pedidos dos próprios povos indígenas da região.

“O Ministério da Defesa (MD) informa que, na sexta-feira (7/8), a retomada das operações nas terras indígenas de Munduruku já estava autorizada, no âmbito da Operação Verde Brasil 2. As operações foram temporariamente suspensas , por um dia, quinta-feira (8/6), em atendimento a solicitação dos povos indígenas, para permitir a avaliação dos resultados e a realização de reunião de representantes dos povos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente (MMA ), em Brasília “, informou o ministro.

Ainda de acordo com o ministério, representantes dos povos indígenas Munduruku estiveram em Brasília e foram recebidos no Ministério do Meio Ambiente, onde “apresentaram suas reivindicações e preocupações”.

Ministério da Defesa suspende ações de combate à mineração ilegal em terras indígenas

Explorando a riqueza da terra

Na sexta-feira anterior, o vice-presidente Hamilton Mourão comentou a suspensão da operação.

Ele disse que “não faz sentido cobrir o sol com uma peneira” porque os povos indígenas têm o “direito de explorar a riqueza que possuem na terra”.

“Eles sabem que há ouro lá. Temos que parar de cobrir o sol com uma peneira e entender que os povos indígenas devem ter o direito de explorar a riqueza que possuem em suas terras, de acordo com os ditames de nossa legislação. A partir de então, ele Ele terá acesso a melhorias, ao progresso material da humanidade “, afirmou Mourão.

Após o anúncio da retomada, Mourão voltou a comentar a operação. “A operação foi justamente suspensa pelos indígenas. Eles protestaram lá. Eles vieram aqui para falar com o ministro. E, a partir do momento em que falaram com o ministro, ela [operação] ele foi liberado para continuar. Foi suspenso ontem, sozinho “, afirmou o vice-presidente.

Leia a nota completa do Ministério da Defesa:

O Ministério da Defesa (MD) informa que a retomada das operações nas terras indígenas Munduruku, no âmbito da Operação Brasil Verde 2, já foi autorizada nesta sexta-feira (7/8).

As operações foram suspensas temporariamente por um dia na quinta-feira (8/8), em resposta à solicitação dos povos indígenas, para permitir a avaliação de resultados e o encontro de representantes dos povos indígenas com o Ministério do Meio Ambiente. (MMA), em Brasília.

Ainda nesta quinta-feira (8/8), representantes do povo indígena Mundurukus foram transportados para Brasília, em um avião C-95 da Força Aérea Brasileira. Eles foram recebidos com o MMA e apresentaram suas demandas e preocupações.

Nesta sexta-feira (8/8), os representantes dos povos indígenas voltaram para suas terras, também em um avião da Força Aérea Brasileira.

Cabe destacar que a Operação Verde Brasil 2 permanece ativa e ativa em toda a Amazônia Legal. Todas as ações relacionadas à Amazônia são coordenadas no âmbito do Conselho Nacional da Amazônia Legal, presidido pelo Vice-Presidente da República.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *