Grêmio concorda em vender jóias da base para o grupo City; veja detalhes e valores | Guilda

ELE Guilda fechou a venda do campeão do mundo sub-17 Diego Rosa ao grupo da cidade, proprietário do Cidade de Manchester e outros clubes. Os negócios podem vir até 24 milhões de euros (cerca de R $ 144 milhões ao preço atual), segundo alguns fatores, e inicialmente prevê o empréstimo do jovem para outro clube europeu.

Como uma fonte informou à ge, a negociação está “99% fechada e faltam apenas perguntas e assinaturas burocráticas para o anúncio oficial. Também na terça-feira, a equipe do atleta e o conselho da Gremista se reuniram para alinhar os detalhes mais recentes. Sexta-feira, todas as dúvidas foram resolvidas.

Imediatamente a A cidade pagará 5 milhões de euros (cerca de R $ 30 milhões) para o negócio, parte agora e parte em janeiro. Desse montante, 70% vão para o Grêmio e 30% para Vitória, seu clube de treinamento. Um título, com uma meta não divulgada, prevê o pagamento de mais 4 milhões de euros (R $ 24 milhões).

Mas existem outros gatilhos contratuais que podem aumentar os números para 24 milhões de euros. Um deles é o recorde do jogador na Premier League: 12 milhões de euros. Se você completar 10 jogos na 1ª divisão inglesa, o City pagará mais 3 milhões de euros.

Diego deve assinar por cinco anos com o inglês. Mas a primeira temporada será em outro lugar. O modelo de negócios prevê um empréstimo no primeiro ano para um clube europeu, provavelmente na primeira divisão italiana ou em Girona, na Espanha, como aconteceu com Douglas Luiz, que foi vendido do Vasco ao City em 2017. O clube espanhol pertence ao Grupo da cidade.

Diego Rosa foi um dos melhores momentos do Grêmio em Copinha este ano – Foto: Guilherme Rodrigues / GR Press

No início da semana, o Grêmio exerceu a compra de 20% dos direitos com Vitória, por R $ 500 mil, e agora terá 70% do valor total da venda. Tricolor reterá 15% dos direitos do atleta.

Quando ele completou 18 anos em 12 de outubro, Diego Rosa só viaja para a Europa no final desta temporada. A janela da Premier League 2020 fecha uma semana antes do aniversário do meia. Enquanto isso, ele treinará com a equipe sub-23 do Grêmio primeiro.

O meia, que veio ao clube nas negociações envolvendo a saída do zagueiro Wallace Reis para o Bahia, foi um dos destaques do vice-campeão da SP Cup no início do ano. Assim como Tetê, vendido ao Shakhtar Donetsk, ele deixará o Grêmio sem jogar pelo time profissional.

No início da parada do futebol, A Juventus da Itália demonstrou interesse no jogador. e acenou com uma carga. O Grêmio, no entanto, rejeitou a possibilidade e começou a negociar a renovação do contrato do volante. A intenção era mantê-lo para dar uma chance ao grupo principal.

Naquela época, as partes concordaram em expandir o vínculo até 2024. Mas ainda discutiam questões salariais e de bônus ao longo do contrato. Sem um acordo para renovar e com a oferta da cidade, o Grêmio se viu contra a parede e o futuro da criança estará longe de Porto Alegre.

Ouça o podcast do Grêmio:

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *