Hran tratará apenas pacientes com o novo coronavírus

JBr.

Referência na luta contra o novo coronavírus, o Hospital Regional de Asa Norte (Hran) será esvaziado, até o final da semana, para atender apenas casos de covid-19. A unidade estará totalmente disponível para hospitalização de pacientes com coronavírus, sejam adultos ou crianças.

A Secretaria de Saúde se reuniu com os superintendentes e diretores dos hospitais das Regiões de Saúde nesta segunda-feira (23) para tratar o fluxo de pacientes durante a pandemia de Covid-19, mantendo a atenção enquanto continua a ajudar pacientes com outras doenças .

“Somente os queimados permanecerão em Hran. Hoje temos um paciente com Covi-19 internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e oito suspeitos, seis adultos e duas crianças internadas em pediatria “, explica o Secretário Assistente de Assistência, Ricardo Tavares.
Pacientes sem coronavírus começaram a ser retirados de Hran no domingo (22).

O transporte foi realizado pelo Serviço Móvel de Emergência (samu-DF) e pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM). São pacientes com outras doenças, como diabetes descompensado, hipertensão não controlada e pacientes cirúrgicos. Os critérios para transferência de pacientes são: região de residência do paciente, necessidade clínica e disponibilidade de locais.

Todos foram levados para hospitais nas regiões administrativas em que vivem ou estão mais próximos de suas casas. Cerca de 60 pacientes ainda precisam ser transferidos, os outros já foram redistribuídos para os outros hospitais da cadeia.

Se necessário, o Departamento de Saúde utilizará o Hospital da Polícia Militar, da rede Ímpar (particular) e instalará leitos no Estádio Mané Garrincha, todos para atender pacientes com coronavírus.

Para esvaziar a sala de emergência do Hospital Regional do Norte de Asa (Hran), os pacientes com suspeita de coronavírus devem procurar hospitais que atendam à sua Região de Saúde. As especialidades de Pediatria e Medicina Interna serão distribuídas em todos os hospitais da rede, exceto o Hospital de Base, que é referência em trauma.

Pacientes da Região Central (Asa Norte, Lago Norte, Asa Sul, Varjão, Vila Planalto e Cruzeiro) e da Região Centro-Sur (Guará, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Estrutural, SAI, SCIA, Riacho Fundo I e II e Park Way ) deve procurar os Hospitais Universitários de Brasília (HUB) e o Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib).

Pacientes da Região Central de Saúde que necessitam de emergência nas especialidades de Ginecologia e Obstetrícia devem procurar o Hospital Universitário de Brasília (HUB), enquanto os pacientes da Região Centro-Sul devem procurar o Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib )

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.