Índia interessada em obter petróleo bruto do Brasil sob contratos especiais de longo prazo

A Índia, que importa 85 por cento de suas necessidades de petróleo bruto, está interessada em adquirir o produto do Brasil sob contratos especiais de longo prazo, enquanto as duas nações exploram maneiras de expandir ainda mais seu relacionamento comercial mutuamente benéfico, disse um comunicado. na quinta feira.

A declaração conjunta é sobre o encontro entre o ministro do Petróleo e Gás Natural (MoPNG), Hardeep Singh Puri, e o ministro de Minas e Energia do Brasil, Bento Albuquerque, sobre a cooperação entre os dois países em energia, bioenergia e biocombustíveis.

Albuquerque está em visita oficial à Índia a convite de Puri. O ministro brasileiro foi acompanhado por uma delegação de líderes do setor privado dos setores de biocombustíveis e automotivo, disse o MoPNG em comunicado.

Mais investimentos bilaterais são incentivados

“Os dois lados reconheceram a importância do forte investimento no setor brasileiro de petróleo e gás por empresas indianas e reafirmaram seu compromisso de salvaguardar os investimentos existentes, incentivando mais investimentos bilaterais”, disse o MoPNG.

“As duas partes destacaram a importância do comércio bilateral de petróleo e seus derivados e expressaram sua vontade de expandir esse comércio mutuamente benéfico. O lado indiano expressou interesse em obter petróleo bruto sob contratos especiais de longo prazo”, acrescentou.

Ambos os líderes revisaram a cooperação bilateral existente em todo o espectro do setor de energia e se comprometeram a aprimorar a parceria benéfica entre os países, e neste contexto expressaram satisfação com o importante papel que a cooperação bilateral de energia desempenha no aprofundamento da parceria estratégica.

Várias atividades revisadas

Além disso, a Índia e o Brasil também reconheceram o imenso potencial de colaboração entre as duas nações para aumentar a produção internacional e o uso de bioenergia e biocombustíveis sustentáveis ​​como uma importante vertical da transição global para um futuro de baixo carbono.

Nesse contexto, concordaram sobre a importância de fortalecer a cooperação bilateral em bioenergia. Para tanto, as duas partes concordaram em trabalhar no desenvolvimento de uma Aliança Índia-Brasileira para Bioenergia e Biocombustíveis.

Os dois Ministros também revisaram a longa lista de atividades e iniciativas bilaterais e internacionais realizadas no setor de biocombustíveis nos últimos anos, incluindo a troca de visitas técnicas, as duas edições das Conversações sobre Etanol Brasil-Índia, o Simpósio de Aviação sobre Biocombustíveis, o lançamento do grupo de trabalho conjunto sobre cooperação em bioenergia, mesa redonda sobre a Colaboração Índia-Brasil em Biocombustíveis no setor automobilístico, etc.

“Eles também destacaram a coordenação bilateral dentro do G-20 sobre Clima e Energia, a Ministerial de Energia do BRICS, a Plataforma Biofuturo, a Ministerial de Energia Limpa, a Iniciativa de Inovação da Missão e o Grupo de Trabalho Conjunto IBAS sobre Energia, e o trabalho realizado no contexto da Alta Cúpula das Nações Unidas. -Nível Diálogo sobre Energia”, disse o Ministério.

Publicado em

22 de abril de 2022

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.