Itália supera 7 mil mortos

Na Itália, o país mais afetado pelo novo coronavírus, o número absoluto de mortes diárias diminuiu nos últimos dias. O país teve mais 683 nesta quarta-feira (25), contra 743 mortes na terça-feira (24). Embora tenha havido uma melhora nas taxas, o país atingiu a marca de 7.503 mortes, informou a Defesa Civil italiana.

A Itália já tem 74.386 pessoas infectadas no total, das quais 57.521 são casos ativos. A expansão de casos foi de 3.491 novos casos de ontem para hoje. Essa é a menor expansão desde 18 de março e o quarto dia consecutivo para reduzir o número de novos casos.

Mesmo com a alta taxa, especialistas da Organização Mundial da Saúde (OMS) relatam que o pico da doença ainda não ocorreu no país e pode ocorrer esta semana.

No total, 23.112 pessoas estão hospitalizadas e 30.920 em isolamento. “Estamos passando por uma fase de aparente estabilização e acreditamos que o número de pessoas infectadas é consistente com a tendência que se espalha no país. Isso nos faz pensar que é essencial manter medidas estritas de moderação e distância social, se queremos que a curva se estabilize e depois diminua “, disse Agostino Miozzo, vice-diretor de Defesa Civil.

Na terapia intensiva, existem 1.036 pacientes, 93 a mais que na última terça-feira.

A Lombardia, epicentro da doença na Itália, tem 1.236 casos de pessoas curadas e o número de melhorias no país representa 9.362 pessoas. No norte da Itália, foram registrados 1.643 casos não publicados, em comparação com 1.942 ontem (24). Já existem 32.346 ocorrências somente na região.

O número de mortes diárias caiu abaixo de 300, totalizando 296 nas últimas 24 horas e 4.178 no consolidado na Lombardia.

As regiões com mais casos em sequência são: Emília-Romanha (10.054), Vêneto (6.442), Piemonte (6.024), Marcas (2.934), Toscana (2.972), Ligúria (2.305), Lácio (1.901), Campânia (1.199)), Friuli-Venezia Giulia (1.139), Apúlia (1.093), Abruzzo (813), Sicília (994), Úmbria (710), Vale de Aosta (401), Sardenha (442), Calábria (351), Molise (73), Basilicata (113), Trentino Alto-Adige (1.222) e Bolzano (858).

You May Also Like

About the Author: Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *