Jogador da semana: Wallace de Souza

Lausanne, Suíça, 24 de agosto de 2020 – Ser a escolha do gol para um eterno jogador do vôlei como a Seleção Brasileira masculina pode parecer uma tarefa difícil para muitos, mas Wallace de Souza assumiu com maestria suas funções.

Membro da seleção de seu país desde 2010, ele fez seu primeiro grande teste vestindo um uniforme amarelo durante as Olimpíadas de Londres de 2012, quando foi convocado para substituir o ferido titular Leandro Vissotto. O Brasil teve que se contentar com a prata, mas os 27 pontos de Wallace na final contra a Rússia não deixaram dúvidas sobre o futuro do cargo.

Desde então, Wallace, agora com 33 anos, liderou a equipe sul-americana com grande sucesso, incluindo vitórias na FIVB Volleyball World Grand Champions Cup 2013 e 2017, medalhas de prata nos Campeonatos Mundiais FIVB Masculino de 2014 e 2018 e, claro, ouro. medalha obtida nos Jogos Olímpicos Rio 2016, no estádio do Maracanazinho.

Teve papel decisivo para os brasileiros em vários desses resultados, sendo eleito o melhor adversário na Copa dos Campeões 2013 e nas Olimpíadas Rio 2016, e também nas edições de 2014, 2016 e 2017 da Liga Mundial de Voleibol da FIVB.

A primeira comemoração do título internacional do paulista, no entanto, data de 2007, quando ele ajudou o Brasil a vencer o Campeonato Mundial Sub-21 de Voleibol Masculino da FIVB. Ele foi o único membro dessa lista que teve uma carreira longa e bem-sucedida na equipe sênior.

O seu sucesso internacional só pode rivalizar com as suas conquistas a nível de clube, especialmente durante os sete anos no Sada Cruzeiro Volei, entre 2009 e 2016.

Nesse período, dividiu as quadras com vários outros integrantes da seleção, presentes e futuros, como o levantador William Arjona, o zagueiro Eder Carbonera e os atacantes externos Yoandy Leal e Mauricio Borges. Ele levou o time a duas vitórias no Mundial de Clubes de Voleibol Masculino da FIVB, três vitórias no Campeonato Sul-americano de Clubes e quatro títulos na Superliga Brasileira.

Wallace comemora uma de suas duas vitórias no Mundial de Clubes Masculinos com o Sada Cruzeiro

Mais uma vez, Wallace ganhou um punhado de prêmios individuais ao longo do caminho, incluindo o prêmio de Jogador Mais Valioso no Campeonato Mundial de Clubes de 2014 e um prêmio de melhor adversário na próxima edição do torneio, juntamente com três indicações para o melhor pontuador em a Super League.

Depois de passar as duas últimas temporadas com Taubaté e SESC-RJ, Wallace embarcou recentemente em sua primeira aventura internacional, já que o contrário deve acontecer para o Spor Toto Kulubu na edição 2020-2021 do Campeonato Turco.

“Estou animado por ter minha primeira experiência jogando em um país diferente”, disse ele recentemente sobre a mudança. “O clube e a liga estão crescendo muito e estou ansioso para fazer parte disso”.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *