Jovem brasileiro vai para o Arsenal após passar por exames médicos

O brasileiro São Paulo Marquinhos (d) comemora com seu companheiro de equipe Rodrigo Nestor após marcar o terceiro gol da equipe contra o boliviano Jorge Wilstermann durante a partida de futebol da fase de grupos da Copa Sul-Americana no estádio Felix Capriles em Cochabamba, Bolívia, em 28 de abril de 2022. (Foto de FERNANDO CARTAGENA/AFP via Getty Images)

Balão esportivo estão relatando que o Arsenal garantiu a contratação de Marquinhos do São Paulo, pressionando para fechar o acordo depois que um time holandês tentou seqüestrar a transferência.

Marquinhos já passou no exame médico e se despediu em São Paulo. Ele não faz mais parte do elenco de Rogerio Ceni e planeja retornar à Inglaterra para se encontrar com seus novos companheiros de equipe nas próximas semanas.

Mas tudo isso está acontecendo no contexto do desafio legal relatado pelos Wolves.

O Daily Mail informou recentemente que Marquinhos havia assinado um pré-contrato para se juntar ao Wolves no verão antes de o São Paulo decidir oferecê-lo ao Arsenal.

O Arsenal rapidamente fechou um acordo, mas o Wolves acredita que o acordo com Marquinhos é juridicamente vinculativo.

Eles estão recebendo aconselhamento jurídico sobre o assunto, com o Mail afirmando que estão considerando tomar medidas contra o São Paulo, o Arsenal e o jogador.

A história começou no Brasil, com Jorge Nicola relatando que o Wolves estava pronto para entrar com uma ação legal contra o jogador.

Embora Nicola tenha afirmado que o acordo para Marquinhos se juntar ao Arsenal ainda estava em andamento, e que o Wolves não estava agindo contra o São Paulo ou o Arsenal, ao contrário do que afirma o Mail.

SÃO PAULO, BRASIL: Marquinhos do São Paulo controla a bola durante a partida entre São Paulo e Santos pela Série A Brasileirao 2022 no Estádio do Morumbi em 2 de maio de 2022. (Foto de Ricardo Moreira/Getty Images)
SÃO PAULO, BRASIL: Marquinhos do São Paulo controla a bola durante a partida entre São Paulo e Santos pela Série A Brasileirao 2022 no Estádio do Morumbi em 2 de maio de 2022. (Foto de Ricardo Moreira/Getty Images)

Esta é a segunda complicação na transferência de Marquinhos.

Quando Marquinhos assinou seu primeiro contrato profissional em 2019, ele assinou um contrato de cinco anos com o São Paulo.

A Confederação Brasileira de Futebol permite essa duração de contrato, mas a FIFA não reconhece contratos profissionais de primeira vez com mais de três anos.

Então, de acordo com a FIFA, Marquinhos não tem contrato neste verão e o São Paulo não conseguiu convencê-lo a prorrogá-lo.

Como resultado, o jovem extremo está tecnicamente sob contrato de acordo com sua federação local, mas esse contrato não seria válido se apresentado a ele pela FIFA. A solução mais simples para São Paulo era vender barato.

O Arsenal optou por pagar uma taxa mínima para fazer a transferência e construir um relacionamento com o São Paulo.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.