Justiça força mulheres a cumprir isolamento de casa devido a coronavírus

JBr.

O tribunal do Maranhão forçou uma mulher a isolar-se em casa devido ao coronavírus. A decisão foi motivada pelo fato de a mulher recusar-se a seguir o conselho médico.

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) solicitou uma Ação Civil Pública para que a mulher ficasse em casa. Segundo as autoridades, suspeita-se que o marido da mulher tenha contraído o Covid-19. Os profissionais de saúde ordenaram que ele fosse colocado em quarentena em casa, com seu parceiro, como forma de impedir a proliferação do vírus.

A mulher não cumpriu a recomendação médica para isolamento domiciliar, levando as autoridades a solicitar o pedido do tribunal.

De acordo com a decisão do tribunal, para a mulher permanecer em casa isolada, foi concedido acesso gratuito à equipe de saúde em sua residência. Os profissionais acompanharão e prosseguirão com a internação até a alta.

Também foi determinado que a Secretaria Municipal de Saúde disponibilizará uma pessoa para fazer compras essenciais, como remédios e alimentos, com a exceção de que os custos das compras são suportados pela mulher, se não houver ninguém da família para quem pode transferir os custos.

Se a mulher não cumprir a sentença judicial, foi aplicada uma multa de R $ 5.000 por dia, limitada a 30 dias.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.