LeBron brilha com 36 pontos e mostra tocos, o Lakers venceu o Rockets e se tornou uma série por 2 a 1 | nba

O jogo 3 da semifinal ocidental entre Los Angeles Lakers e Houston Rockets mais uma vez teve ingredientes comuns aos jogos 1 e 2: alto nível e espetáculo dos protagonistas. Em jogo mais equilibrado, LeBron James mostrou sua melhor versão e levou o time californiano à vitória por 112 a 102.

O craque teve uma largada espetacular tanto no ataque quanto na defesa, marcando 36 pontos, 7 rebotes, 5 assistências e 4 bloqueios. Além disso, o ás ultrapassou Derek Fischer como o jogador com mais vitórias (162) nos playoffs. As equipes se encontrarão novamente na próxima quinta-feira.

A noite estava em boa forma para o Lakers. No primeiro tempo, parte do roteiro do Jogo 1 se repetiu, com o Los Angeles tentando limitar os arremessadores do Rockets fazendo uso de uma formação mais baixa, apenas cedendo pontos na garrafa que o time texano conquistou na transição. Os giros do Lakers ’10 nos dois primeiros trimestres contribuíram para a “seqüência produtiva” do Rockets.

LeBron, que havia marcado 29 pontos só no primeiro tempo, perdeu produtividade no ataque nos dois trimestres seguintes, mas foi combativo na defesa, acendendo os companheiros. O Lakers controlou o desperdício de bola que tanto machucou a equipe no primeiro tempo, prevaleceu nos rebotes (43 a 30) e não olhou para trás.

Outro que teve uma ótima noite foi Anthony Davis, com 26 pontos, 15 rebotes e 6 assistências. Elemento surpresa, Rajon Rondo foi um “fator x” no jogo, com 21 pontos, 9 assistências e uma defesa fenomenal. Para se ter uma ideia da importância do armador, ele participou de 23 dos 30 pontos do Lakers no quarto período, marcando ou auxiliando.

No Rockets, Westbrook se resgatou de um péssimo Jogo 2, liderando o time cedo e saindo da quadra com 30 pontos, 8 rebotes e 6 assistências. Apenas Harden tinha o papel principal da equipe. Ele dominou o ataque nos momentos mais importantes, conseguindo 33 pontos, 9 rebotes e 9 assistências. Jeff Green foi o “único contribuidor” do banco com 16 pontos.

Melhores momentos: Los Angeles Lakers 112 x 102 Houston Rockets, da NBA

Batalha defensiva
O Houston Rockets e o Los Angeles Lakers têm travado uma batalha defensiva sensacional na semifinal ocidental. As equipes têm, respectivamente, a terceira e a quinta defesas mais efetivas nos playoffs até o momento.

Eric Gordon Limited
O lateral teve pelo menos 20 pontos nos últimos três jogos do playoff, mas foi limitado pela forte defesa do Lakers, fazendo 10 pontos em 22% de arremessos.

Lakers mantêm o ímpeto dos Rockets no perímetro
O Rockets havia sido o time de playoff mais prolífico em tentativas de três bolas, com 49,5 por jogo, convertendo 18,2 deles em média. Só nesta terça-feira, o canhão foi neutralizado, com o time texano chutando 30 para 12.

(1º) Los Angeles Lakers 2 x 1 Houston Rockets (5º)
Jogo 1: Rockets 112 x 97 Lakers
Jogo 2: Foguetes 108 x 117 Lakers
Jogo 3: foguetes Lakers 112 x 102
Jogo 4: quinta-feira (10/09) Lakers x Rockets, TBD
Jogo 5 *: sábado (12/09) Rockets x Lakers, TBD
Jogo 6 *: segunda-feira (14/09) Lakers x Rockets, TBD
Jogo 7 *: quarta-feira (16/09) Rockets x Lakers, TBD

1º quarto: LeBron e Westbrook brilham parcialmente cheios de mudanças de liderança
Foi um primeiro trimestre equilibrado em que LeBron James e Russel Westbrook assumiram a liderança. LeBron levou o Lakers ao quarto lugar com 12 pontos, com Davis como sua principal ajuda. Westbrook explodiu para 13 pontos e foi seguido por Harden, que marcou mais 8.

Os Rockets não se limitaram apenas a arremessos externos, marcando 16 pontos na garrafa. Muitos desses pontos foram conquistados na transição após um erro do Lakers no ataque. Westbrook teve sua mão calibrada e marcou seus pontos em arremessos do meio-campo. No final do primeiro quarto, Houston venceu por 33-32.

2º quarto: LeBron ainda lidera o Lakers, mas Houston lidera
O equilíbrio foi mantido no segundo trimestre e LeBron continuou a liderar o ataque do Lakers. Mas se a equipe californiana confiou em sua maior estrela, o Rockets respondeu com Harden, Jeff Green e Robert Covington. Westbrook estava estacionado no ataque, mas o trio manteve os Rockets na liderança. Westbrook reapareceu após completar um transporte aéreo, dando aos Rockets uma vantagem de 5 pontos às 4:30 do intervalo.

Tucker acertou um triplo e aumentou ainda mais o moral dos Rockets. Graças a um LeBron imponente e praticamente infalível no ataque, o Lakers estava na visão traseira do Rockets. O time amarelo, porém, derrapou na marca do perímetro e foi para o terceiro período perdendo 64 a 61. LeBron fez 29 pontos e Harden 21.

3º quarto: LeBron brilha na defesa e os Lakers seguram o ataque dos Rockets
Com falhas e erros, o terceiro quarto começou truncado. O Rockets, apesar disso, manteve-se na liderança do placar. O Lakers teve o desafio de reduzir o desperdício de bola, mas a boa notícia foi a noite espetacular de LeBron, que com 2 tocos gerou ataque da defesa e ajudou seu time a chegar à primeira vantagem desde o primeiro quarto.

Davis quebrou a marca de 20 pontos, ajudou Los Angeles na luta por rebotes, mas Harden continuou a deixar o Lakers miserável em situações de transição. O Barba se aproximou da marca dos 30 pontos, os times tiveram uma boa sequência ofensiva e, ao final do período, os times empataram em 82-82.

Quarto trimestre: o Lakers mantém forte defesa para mudar a série
O Lakers começou bem no quarto período, construindo uma pequena vantagem de 4 pontos nos minutos iniciais. Uma bola de três pontos de Rondo deu aos Lakers uma vantagem de 7 pontos. Caruso também rebateu ao lado e a vantagem foi para 10 pontos no momento mais crucial da partida.

A defesa do Lakers foi brilhante no segundo tempo com folds de Harden e saltos de linha de passe. Anthony Davis também cerrou os dentes na defesa do Houston e o Lakers teve 12 pontos de vantagem a 7 minutos do fim.

Com 4:37 restantes, Covington e Davis estavam em uma colisão de carro e deitados na quadra. Preocupação de ambos os lados. Davis se levantou sozinho, mas o jogador do Rockets precisava de cuidados médicos. Faltando 1:50 para o fim e o jogo aos 10 para o Lakers, o time comandado por LeBron não deixou o Houston chegar perto da liderança e garantiu a virada na série: 2 a 1.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *