Lewis Hamilton é ridicularizado por ‘claro viés’

Lewis Hamilton acaba de completar a primeira temporada sem vitórias de sua carreira, enquanto a Mercedes lutava para se ajustar às principais mudanças regulamentares que entraram em vigor no início do ano, encontrando-se lutando no meio-campo com mais frequência do que nunca.

Apesar de não ter vencido uma única corrida ao longo do ano, o piloto de 37 anos foi coroado o Piloto Britânico do Ano na cerimônia de premiação do Autosport, batendo Lando Norris e George Russell na Fórmula 1. , e Tom Blomqvist. do IMSA Sports Car Championship.

O heptacampeão mundial foi derrotado no campeonato de pilotos por seu novo companheiro de equipe na Mercedes, George Russell, com a única vitória da equipe no ano vindo da dupla vitória de Russell na corrida de velocidade e na corrida principal no Brasil.

Os fãs foram às redes sociais para deixar claro o que pensam sobre a vitória de Hamilton no prestigioso prêmio, afirmando que, apesar de seu inquestionável talento de classe mundial, o prêmio deveria ter ido para outro lugar em 2022.

LER: ‘Nós queremos nos livrar deles?’ Presidente da FIA punido por trapaça na Red Bull

“Lewis é o GOAT, mas ele nem foi o melhor britânico em sua própria equipe este ano. Aquele com 2 britânicos, você conhece”, escreveu um usuário do Twitter.

“Para quê?! @GeorgeRussell63 conseguiu a primeira e única vitória da Mercedes (e pole position), além de Russell ultrapassar Hamilton durante a temporada. Do que estamos falando”, postou outro fã descontente.

O piloto de Fórmula E Antonio Felix da Costa também opinou no debate, sugerindo que o prêmio também não deveria ter ido para Russell, alegando que as conquistas de Tom Blomqvist deveriam ter sido suficientes para garantir o prêmio.

“Como @tom_blomqvist não ganhou este? Vencedor de Daytona e vencedor do IMSA. Qual é o sentido de nomear pilotos que não são da F1?, Da Costa postou em resposta ao tweet da Autosport.

LER: Alpine promete mudar de foco após drama de Oscar Piastri

Hamilton não pôde receber o prêmio pessoalmente, mas deixou uma mensagem em vídeo agradecendo aos que votaram nele e desejando a todos os demais indicados um 2023 de sucesso.

O estranho dessa crítica ao prêmio de Hamilton é que ela foi votada pelos torcedores, o que significa que a vitória do jogador de 37 anos não teve nada a ver com preconceito ou trapaça, pois foram os próprios torcedores que tuitaram sobre os resultados. teve a oportunidade. voto.

Lando Norris já havia vencido o prêmio e, com a Mercedes esperando voltar ao topo em 2023, George Russell espera adicionar o prêmio de Piloto Britânico do Ano ao seu manto em 2023.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *