Luan comenta crítica do Corinthians e garante que não acertou pênalti por opção de Tiago Nunes | corinthians

O meia Luan comentou as críticas recebidas por sua atuação no Corinthians e, pela primeira vez, explicou porque não foi um dos artilheiros da final do Campeonato Paulista contra o Palmeiras.

Segundo Luan, mesmo com dores no tornozelo, ele estava disponível para bater.

– Cara, eu estava à disposição para acertar, mas respeitei a decisão da comissão técnica. Sempre gostei do pênalti, tomei decisões a vida toda, no Grêmio, em uma final olímpica com a seleção nacional. Não teria perdido um momento como a final em São Paulo. Respeitei a escolha da comissão – disse o jogador, por meio de assessoria de imprensa.

Luan fez o gol do empate do Corinthians contra o Fortaleza – Foto: Rodrigo Coca / Ag.Corinthians

O camisa 7 esteve na reserva do Corinthians nas últimas partidas. Contra o Coritiba, ele não entrou, mas, contra o Fortaleza, Luan saiu do banco para fazer o empate para o Timão.

– Acho que toda a equipe corinthiana vive um momento de afirmação, de renovada confiança. Não é diferente comigo. Fizemos uma grande reta final na Paulista, infelizmente acabamos perdendo a final, mas já estamos firmes neste reinício e em busca do nosso melhor nível. Também procuro voltar ao meu depois de uma lesão no tornozelo que dificultou um pouco a sequência – declarou.

Questionado sobre as demandas e críticas da imprensa e fãs, Luan minimizou:

– Acho que jogando em um clube do tamanho do Corinthians, sempre haverá uma cobrança por estar no seu melhor nível. Acho normal, estou acostumada. Jogar em um grande clube é assim. Acho que me ajuda a sempre tentar estar no meu melhor e dar tudo o que sempre tenho.

Desde que ingressou no Corinthians no início do ano, Luan disputou 22 jogos e marcou seis gols. Além de Boselli, é o maior goleador da equipe nesta temporada. O Camisa 7 também deu duas assistências.

Embora o momento do Corinthians não seja dos melhores, o meio-campista mostra confiança e vê o Timão lutando pelas primeiras colocações no Campeonato Brasileiro.

– Acho que estamos evoluindo, sim. Criamos muitas chances de gol nas partidas, aumentando o volume, cada vez mais acertado. O Corinthians sempre tem que pensar em algo grande, lutar lá em cima e focar no título, vaga na Libertadores. Sempre temos que pensar assim ao jogar pelo Corinthians.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *