Luis Arce, eleito virtual na Bolívia, sobre Evo Morales: ‘Ele é bem-vindo, mas isso não significa que estará no governo’

Subtítulo,

Luis Arce disse que o retorno de Morales à Bolívia não significa que o ex-presidente fará parte do novo governo

O virtual presidente eleito da Bolívia, Luis Arce, diz que a possível volta de Evo Morales – ex-presidente de cujo governo foi ministro – não significa que fará parte do novo governo.

As projeções dos resultados das pesquisas eleitorais na Bolívia dão a Arce a vitória na disputa pela presidência do país. Ao final da votação de domingo (18/10), a estação de votação do instituto de pesquisas Cies Mori e do consórcio Tu Voto indicou que a Arce terá cerca de 52% dos votos.

Tanto a presidente interina, Jeanine Áñez, quanto o principal adversário, Carlos Mesa, reconheceram a vitória de Arce, embora tenham pedido para aguardar o resultado eleitoral oficial.

Até esta terça-feira (20/10), 60% das pesquisas haviam sido apuradas e o Arce tinha 50% dos votos, ante 32% do Mesa. Embora pareça ter votos para vencer no primeiro turno, ele deve enfrentar um país profundamente dividido.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira Bezerra

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *