Lula defende política regional para preservar a Amazônia – Mundo

Mundo


Sob Bolsonaro, o desmatamento médio anual aumentou 59,5%.





BRASÍLIA (AFP) – O novo presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, pediu nesta quarta-feira às nações sul-americanas que abrigam a floresta amazônica que unam forças para proteger o principal recurso para combater a mudança climática.

Enfrentar o “problema climático hoje é necessário para preservar a espécie humana no planeta e todos têm uma responsabilidade”, disse Lula em entrevista ao canal GloboNews.

Lula disse que está trabalhando para organizar um encontro com os líderes do Equador, Colômbia, Peru, Venezuela, Bolívia e Guiana Francesa “para que possamos discutir uma política continental de preservação da nossa Amazônia”.

Lula, que iniciou seu terceiro mandato presidencial em 1º de janeiro, prometeu reprimir o meio ambiente, principalmente pressionando pela proteção da Amazônia depois que órgãos de supervisão foram dizimados sob seu antecessor de extrema-direita, Jair Bolsonaro.

Bolsonaro, aliado do agronegócio, provocou protestos internacionais durante seus quatro anos no cargo devido a uma série de incêndios e desmatamento na floresta amazônica.

Sob Bolsonaro, o desmatamento médio anual aumentou 59,5% nos últimos quatro anos e 75,5% na década anterior, segundo dados do governo.

Especialistas dizem que a destruição se deve principalmente a fazendas e grileiros que limpam a selva para gado e plantações.

Lula, 77, prometeu acabar com o desmatamento na Amazônia até 2030. Em sua entrevista na quarta-feira, ele disse que quer estabelecer uma força policial federal que “agirá com mais força” para proteger a floresta e fortalecer outras instituições governamentais.

“O compromisso é atingir o desmatamento zero na Amazônia até 2030. E vou persegui-lo com fogo e espada”, disse Lula.

‘; var i = Math.floor(r_text.length * Math.random()); document.write(r_text[i]);

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *