Mãe abandona a filha no lixo depois de tentar estrangular um recém-nascido

JBr.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) prendeu nesta terça-feira (24) uma mulher de 32 anos, nomeada como mãe de um recém-nascido, encontrada ontem, dentro de um lixo.

O suspeito foi encontrado em sua casa em Belo Horizonte e abordado por agentes do Departamento de Estado para Investigação de Homicídios e Proteção Pessoal (DHPP).

O menino foi levado para a UPA Barreiro, mas morreu pouco depois de entrar na unidade. O relatório da autópsia indicará a causa da morte da criança.

Evidência

Segundo a polícia, a mulher estudava contabilidade e trabalhava em um escritório na área. Quando ele descobriu que ela estava grávida, ele decidiu não contar a ninguém, já que ele já tem um filho de seis anos.

A mulher estava dando uma festa no último domingo (22), quando sentiu contrações. Então ela se trancou no banheiro e, sem ajuda, entregou o menino. Então ela colocou o menino em uma caixa de sapatos e o deixou em um armário até que a confraternização terminou.

Horas depois, ele pegou a caixa e, a caminho do estacionamento, largou o garoto na escada. No carro, o bebê começou a chorar. Foi lá que ele tentou estrangular o bebê, sem sucesso. A mulher bateu na cabeça da garota na lateral do carro.

O menino foi deixado, ainda vivo, em uma lata de lixo ao lado de um shopping no Barreiro.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.