Mais de 40 manifestantes presos por racismo em Seattle, EUA | Mundo

Pelo menos 45 manifestantes foram presos e a polícia foi ferida em confrontos no maior protesto do movimento em semanas. Black Lives Matter (“Black Lives Matter” em inglês) em Seattle, Washington, neste sábado (26). A manifestação anti-racista ganhou novo impulso após episódios de violência entre ativistas e agentes federais fora de Portland, Oregon.

Segundo a polícia, armas não letais foram usadas por agentes de segurança para tentar dispersar milhares de manifestantes no final da tarde, depois que alguns participantes do protesto incendiaram um centro de detenção juvenil e um tribunal.

A polícia de Seattle informou no Twitter que 21 policiais ficaram feridos após serem atingidos por tijolos e explosivos. “A maioria conseguiu voltar ao trabalho. Um foi levado para um hospital com uma lesão no joelho “, escreveu ele.

A polícia disse anteriormente que estava trabalhando para garantir que os bombeiros tivessem acesso a fontes de incêndio, alimentadas por um grupo de cerca de uma dúzia de manifestantes.

Manifestante preso em Seattle neste sábado (25) durante um protesto contra o racismo e a violência policial – Foto: Ted S. Warren / AP

O presidente Donald Trump disse na quinta-feira que incluiu Seattle na lista de cidades com tropas federais, enfurecendo autoridades e ativistas locais.

“Vimos o que estava acontecendo em Portland e queríamos garantir que em nossa cidade tivéssemos solidariedade com outras mães”, disse Lhorna Murray, que participou do recém-criado “Seattle Mothers Wall”, inspirado na tática de Portland, onde as mães se vestiam. em amarelo, eles formam uma barreira humana entre manifestantes e polícia durante os protestos.

Líderes locais e congressistas democratas criticam o envio de forças federais por Trump a Portland e dizem que as autoridades estão usando força excessiva.

O advogado Brian Moran disse na sexta-feira que agentes federais estão de prontidão em Seattle para proteger os espaços públicos. A administração Trump também enviou prefeitos por padrão para Chicago, Illinois, Kansas City, Missouri e Albuquerque, Novo México.

Manifestantes queimaram edifícios perto de um centro de detenção juvenil de Seattle no sábado (25) – Foto: Ted S. Warren / AP

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *