Marrony decide com dois gols, Atlético-MG vence Ceará e segue 100% – 16/08/2020

Jogando no Mineirão, o Athletic-MG Jorge Sampaoli venceu o Ceará por 2 a 0 e ainda está 100% no Futebol americano. Na manhã deste domingo, Gallo teve dificuldades para ultrapassar a equipe de Guto Ferreira, mas saiu vitorioso com um gol de pênalti e outro no contra-ataque, já na partida. Ambos foram marcados por Marrony.

Com o resultado, o Gallo chega a nove pontos nessas três primeiras rodadas, assumindo a liderança provisória, mas já garantido entre os primeiros em número de pontos. O Ceará fica com um único ponto a acrescentar. Na próxima rodada, os mineiros visitam o Botafogo, quarta-feira, enquanto o Ceará recebe o Basco, Quinta-feira.

Quem fez bem: Arana muda a cara do Galo e Marrony decide

Marrony sofreu o pênalti, converteu o pênalti e também marcou o segundo gol de Gallo, mas esteve ausente em campo devido à falta de criatividade e agressividade do Atlético. Isso só ficou melhor depois que Arana entrou no segundo tempo e melhorou o time.

Quem deu errado: Keno não teve sucesso no heads-up

Ao contrário de outras partes, Keno não estava feliz com suas aventuras para o lado do campo. Mal chutado no primeiro tempo, passou para a direita na última etapa, mas continuou sem sucesso nas tentativas de driblar, matando várias jogadas ofensivas.

E o lado esquerdo? Sampaoli muda de time novamente

Tornou-se rotina: a cada convocação de Jorge Sampaoli, uma nova surpresa. Nesta ocasião, o argentino optou por deixar os dois laterais-esquerdos (Arana e Fábio Santos) no banco. Na prática, o meio-campista Allan assumiu, enquanto Jair e Alan Franco fecharam pelo meio.

“Respeite meu trabalho”

Nos primeiros segundos da partida, Guto Ferreira foi repreendido pelo árbitro Sávio Pereira Sampaio por exagerar na entrada do campo: “Calma, claro, respeito”, ouviu o comandante, que rebateu com um “respeito, você, meu trabalho”. . Ainda no primeiro tempo, Guto trocou comentários com a comissão técnica de Galo. Desta vez, acabou amarelado pelo árbitro.

Atlético melhora com Arana e decide com Marrony

Apesar de Allan não ter feito um jogo ruim, o Atlético perdeu o apoio de Arana na lateral esquerda, o que limitou as ações de Keno nas laterais e de Marrony na grande área. No meio, o time também mostrou ainda mais carência na criação das jogadas, que agora não conta mais com a presença de Nathan, lesionado. No segundo tempo, o time melhorou com a entrada de Arana, se movimentou mais e se aproximou do gol. Isso acabou acontecendo aos pés de Marrony, que sofreu pênalti e converteu a cobrança para colocar o Galo à frente. Além da partida, o Ceará lançou o ataque e sofreu o próprio veneno. No contra-ataque, Marrony retirou-se do meio-campo e matou o jogo. Pontuação final de 2 a 0.

Ceará repete boas atuações

A equipe de Guto Rabelo conseguiu repetir as boas atuações dos últimos jogos, aparecendo em campo de forma muito compacta, fechando bem e conseguindo escapar rapidamente em alguns momentos, embora não tenha finalizado a gol nos primeiros 45 minutos. Defensivamente, anulou bem a equipe de mineração e retardou as fugas de Galo. Na fase final, atacou com ainda mais frequência que o Atlético (o que deu mais espaço para o contra-ataque), mas esbarrou na atuação confiante dos zagueiros de Galo e acabou sofrendo os dois gols. Apesar da derrota, o jogo não apaga mais um bom desempenho da equipe frente a um forte rival.

Cronologia da partida

O primeiro tempo foi equilibrado. O Atlético teve mais posse de bola e chegou ao gol oposto, mas causou pouco perigo. O Ceará, por outro lado, anulou bem Galo, mas não conseguiu finalizar o gol de Rafael. Na etapa final, El Gallo voltou mais ameaçador e seu gol amadureceu. Aos 27 minutos, Marrony sofreu pênalti e deslocou Fernando Prass para fazer o primeiro gol. Aos 46, o atacante disparou na reação e venceu novamente Fernando Prass para declarar a vitória atlética.

ATLÉTICO-MG 2×0 CEARÁ

Razão: Brasileirão 3ª rodada
Data e hora: 16/08/2020, às 11h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Juiz: Savio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Junior Coelho (DF)
ONDE: Wagner Reway (PB)

METAS: Marrony, 27’2ºT (1-0), 46’2ºT (2-0)
Cartões amarelos: Hyoran, Guga (CAM), Willian Oliveira, Luiz Otávio, Guto Ferreira, Lima, Fabinho (CEA)
Cartão vermelho: Não teve.

ATLÉTICO-MG: Rafael; Guga, Réver, Júnior Alonso, Allan; Jair (Arana), Alan Franco e Hyoran; Keno (Léo Sena), Savarino (Marquinhos) e Marrony (Fábio Santos). Técnico: Jorge Sampaoli.

CEARÁ: Fernando Prass; Samuel Xavier, Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Willian Oliveira (Charles), Fabinho; Fernando Sobral (Wescley), Matheus Gonçalves (Rick), Lima (Victor Jacaré); Rafael Sóbis (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *