“Max Verstappen é um pirralho mimado com direitos” – Jeremy Clarkson menospreza um piloto de US$ 40 milhões por ano por discrição no GP do Brasil

Na última volta do GP do Brasil de 2022, Max Verstappen foi obrigado a trocar de posição com seu companheiro de equipe Sergio Pérez. Max, que era o sexto, ignorou a mensagem, apesar do pedido de seu companheiro de equipe para somar pontos adicionais para fortalecer o segundo lugar no campeonato.

Eventualmente, Max e Checo terminaram em P6 e P7, respectivamente, e o holandês disse agressivamente a seu engenheiro para não dizer a ele. O holandês afirmou que tinha ‘motivos’ para não o fazer.

Pérez ficou abatido com a falta de consideração de seu companheiro de equipe campeão mundial e disse que isso mostrava “quem ele é”. Ele também comentou que foi a razão pela qual Verstappen conquistou 2 campeonatos.

Verstappen afirmou mais tarde que se desculpou por sua reação e seguiria as ordens da equipe na corrida final para permitir que Checo terminasse em segundo. Mas já era tarde demais, pois Pérez perdeu a posição para Charles Leclerc, da Ferrari.

Verstappen enfrentou o peso da mídia e dos fãs por desobedecer às ordens da equipe. Alguns até alegaram que o piloto tinha muito poder e influência na equipe. Incluindo a personalidade da TV britânica Jeremy Clarkson, que o rotulou de ‘B * stard’ por suas ações.

Leia também: “Se Max Verstappen tem dois campeonatos, é graças a mim” – Sergio Pérez se irrita pelo companheiro de equipe após se sentir traído no GP do Brasil

Jeremy Clarkson critica Max Verstappen

Max Verstappen recebeu muitas críticas por sua teimosia no Brasil. E Jeremy Clarkson foi um dos muitos que sentiram que o holandês fez papel de bobo por não apoiar seu companheiro de equipe quando isso importava.

O ex-apresentador do Top Gear afirmou que os torcedores que comemoraram seu sucesso em 2021 e 2022 ficaram desapontados com suas ações em Interlagos. Idealmente, Max deveria ter permitido que seu companheiro de equipe passasse pelas reivindicações de Clarkson.

Clarkson fixo, “Houve uma vez em Mônaco em que Pérez não ajudou Max. Mas houve muitas outras vezes em que ele o fez. Mas isso não é importante.

Ele continuou: “Max desobedeceu a seu chefe e apareceu publicamente como um pirralho mimado que simplesmente não entende o conceito de bondade”. Apesar disso, Clarkson acredita que Verstappen ainda é “provavelmente o melhor do ramo”.

Leia também: Max Verstappen perdeu 50 mil seguidores no Instagram após se recusar a ajudar Sergio Pérez no GP de São Paulo

As consequências da saga do rádio Red Bull

Max Verstappen tem sido alvo de abuso online por suas ações na pista. O holandês respondeu que o abuso que ele e sua família receberam nas redes sociais é inaceitável.

A Red Bull emitiu um comunicado em resposta à atenção que os dois pilotos receberam. O chefe da equipe, Christain Horner, até garantiu que Max fará tudo o que puder na próxima corrida em Abu Dhabi para ajudar nas ambições de Sergio Perez na P2. Mas seria tarde demais, pois Pérez perderá para Leclerc por apenas 3 pontos.

O incidente gerou tensões no campo da Red Bull. E com o retorno de Daniel Ricciardo como terceiro piloto, o futuro de Checo como piloto da Red Bull pode estar em risco. O contrato mexicano expira em 2024.

Max Verstappen é sem dúvida o piloto número 1 da Red Bull. O holandês tem um salário de US$ 40 milhões e é o maior ganhador do grid da F1 em 2022. E com Ricciardo de volta ao acampamento da Red Bull, qualquer animosidade entre Perez e Max pode levar o mexicano a ser substituído pelo australiano.

Leia também: Max Verstappen diz que “as pessoas não entendem o que se passa nos bastidores” após críticas ao GP do Brasil

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *