Milhares de raros filhotes de tartaruga inundam as margens dos rios no Brasil

Centenas e milhares de filhotes de tartarugas gigantes sul-americanas inundaram as margens do rio Brasil no início desta semana, quando alguns o saudaram como um tsunami de tartarugas. O vídeo foi publicado pela Wildlife Conservation Society (WCS) que mostrou inúmeras tartarugas filhotes cujo nome científico é Podocnemis expansa. De acordo com a WCS, os filhotes de tartaruga surgiram de uma praia arenosa em uma área protegida ao longo do rio Purús, que é um afluente do rio Amazonas no Brasil.

O vídeo obteve mais de 20,5 mil visitas no Twitter enquanto internautas expressam seu espanto. Um usuário comentou: “Um tsunami que todos gostaríamos de ver …” enquanto outros parabenizaram os conservacionistas da WCS por esta cena incrível.

A saída massiva dessas tartarugas ocorreu na Reserva Biológica do Abufari, onde os conservacionistas de animais da WCS Brasil têm monitorado fêmeas adultas. Conservacionistas têm monitorado tartarugas fêmeas adultas e seus ninhos antes, durante e depois do nascimento dos filhotes. O estudo é feito para melhorar o manejo e a proteção dessa espécie ameaçada de extinção, que vem sofrendo o impacto do tráfico de carne e ovos.

De acordo com Comunicado à imprensa da WCS Brasil, Os conservacionistas dizem que a emergência ocorreu ao longo de vários dias, durante os quais cerca de 71.000 filhotes emergiram em um único dia, enquanto outros 21.000 e poucos emergiram dias depois.

A WCS Brasil citou Camila Ferrara, sua especialista em tartarugas aquáticas, que disse que para a ameaçada tartaruga de rio gigante da América do Sul, o nascimento é uma explosão de vida, como o vídeo sugere claramente.

No entanto, Camila também lembrou que esse também é um de seus momentos mais frágeis. O nascimento em massa é uma forma de aumentar a sobrevivência e o momento do nascimento permite que essas espécies viajem juntas até o rio para começar suas novas vidas.

A tartaruga gigante sul-americana é a maior tartaruga de água doce da América Latina. Pode crescer até três pés e meio, o que equivale a quase 1,07 metros, e pode pesar até 200 libras, o que equivale a 90 quilogramas. Essas espécies de tartarugas desempenham um papel ecológico crucial na natureza, pois dispersam sementes que eventualmente ajudam a regenerar a vegetação ao longo dos corredores dos rios ao redor da bacia amazônica.

A WCS Brasil lidera o projeto de conservação dessas tartarugas em colaboração com o ICMBIO e é patrocinada pela Fundação o Boticário. A Wildlife Conservation Society é uma organização não governamental (ONG) sediada no Zoológico do Bronx, na cidade de Nova York, nos Estados Unidos. A ONG visa conservar os maiores lugares selvagens do mundo em 14 regiões prioritárias.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *