Militar que trabalha pela segurança de Bolsonaro é hospitalizado com coronavírus

Um funcionário do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e que trabalha pela segurança do presidente Jair Bolsonaro é hospitalizado após a contratação do novo coronavírus. A informação foi confirmada no jornal O Estado de S. Paulo pela mãe de Ari Celso Rocha Lima de Barros, 39. O GSI e o Secretariado de Comunicação (Secom) ainda não comentaram.

Por telefone, o advogado Julmar Rocha Lima de Barros disse que seu filho Ari está no Hospital de Base em Brasília desde a noite de quarta-feira, 25. Ele foi diagnosticado com covid-19 no dia 18 e estava em Isolamento Doméstico. No entanto, ele teve febre, piora do quadro clínico e foi hospitalizado.

Ari é capitão da Polícia Militar do Distrito Federal e, de acordo com o decreto do GSI de fevereiro deste ano, atua no governo como assistente técnico militar. Segundo a família, ele faz a segurança do presidente em eventos e algumas viagens, mas não estava na delegação que foi para a Flórida, nos Estados Unidos, no início do mês. Vinte e três pessoas que estavam com o presidente nesta viagem deram positivo para um novo coronavírus

Segundo Julmar, apenas membros do primeiro ministro visitaram Ari. “Nós da família, eles não permitem o acesso como medida de precaução. Mas ele me enviou uma mensagem de que ele está bem e que dormiu a noite toda. É uma vitória para nós ”, disse o advogado de 74 anos. Ari é casado e pai de dois filhos.

O exército, de acordo com o relatório de sua mãe, está ciente e não usa respiradores. Julmar diz que o filho pratica esportes e está de boa saúde. “É novo, muito estudioso. Ele também é um atleta, pratica muitos esportes, cuida da sua saúde. Com fé em Deus, isso resultará disso ”, disse ele.

A mãe do capitão do primeiro-ministro também informou que foi informada de que uma funcionária da Presidência estava no hospital para descobrir as condições de saúde do filho.

“Ele é muito bem sucedido no trabalho. Ele diz que gosta muito do presidente, é muito atencioso, cumprimenta a todos e não faz distinção a ninguém. De fato, foi alguém da Presidência quem o visitou. ”

Status do conteúdo

You May Also Like

About the Author: Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *