Música nas batidas de June Main, do afro-brasileiro ao synth-pop

VICTOR, Idaho. — Dezesseis bandas por oito semanas, Teton Valley Foundation’s musica principal reunirá a comunidade sob os choupos do Victor City Park às quintas-feiras. SambaDá com Carly King (23 de junho) e Joyce from the Future com Batdorf & Brother Wolf (30 de junho) iniciarão a série de concertos mais longa do Condado de Teton.

Por mais de uma década, SambaDá vem misturando sons contemporâneos com as raízes da cultura brasileira. Os brasileiros Papiba Godinho e Dandha da Hora trazem seu profundo conhecimento e respeito pelas raízes da música e dança afro-brasileira, enquanto toda a banda desenvolveu uma marca de samba-reggae-funk com apelo universal. Papiba é um mestre da capoeira, uma arte marcial afro-brasileira criada por escravos brasileiros, baseada em música e movimentos acrobáticos. Dandha nasceu nas ricas tradições afro-brasileiras de Salvador, Bahia e do Grupo de Carnaval Ile Aiye, e começou sua carreira como dançarina aos seis anos de idade. O SambaDá une musicalmente as Américas, baseando-se em estilos de percussão da América do Sul e Central, e misturando-os com aquele bom e velho funk e ritmos reggae tão familiares às multidões norte-americanas.

cantor e compositor carly rei mudou-se para Jackson Hole do Colorado há alguns anos e se apaixonou pela beleza dos Tetons. Suas letras contêm imagens naturais e apresentam um tom vocal distinto de soul folk. O single de estreia de King em 2020, “Mountains Alone”, levou cinco anos para ser feito. No verão de 2021, ele lançou seu segundo single “Shake My Tree”, com o produtor vencedor do Grammy e tocador de banjo Chris Pandolfi, do The Infamous Stringdusters.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.