Na estreia, o treinador lamenta o empate, mas comemora atuação do Papão na Paraíba | Paysandu

O empate em 1 a 1 com o Botafogo-PB na noite de sábado marcou a estreia do técnico Matheus Costa no Paysandu. Na avaliação da partida, o comandante lamentou o resultado, afirmando que o clube paraense conseguiu regressar a Belém com os três pontos, mas elogiou a atuação do Papão dentro do Estádio Almeidão, em João Pessoa.

– Temos que analisar o jogo de duas formas, com base no desempenho e nos resultados. Pelo resultado, é óbvio que ele sai um pouco frustrado com o que produzimos. Pela atuação, ficamos satisfeitos, era uma equipe que buscava a vitória do início ao fim. Talvez, no melhor momento do jogo, quando tínhamos mais volume no campo ofensivo, tenhamos conseguido envolver o rival, numa bola parada sofremos o gol. Agora, é importante destacar também que no momento mais adverso, no final do jogo, numa situação muito tensa, com um jogador a menos, tivemos força para buscar aquele empate fora de casa, o que é muito importante.

“Lamentamos um pouco o resultado, viemos para vencer. Estamos satisfeitos com o que produzimos. Se houvesse um vencedor, seria a nossa equipe. (…) Temos que elogiar o que temos produzido ”.

Matheus Costa destacou a conquista de um ponto na casa do rival paraibano, mas deixou claro que no clássico contra o Remo, sábado, 3 de outubro, a partir das 19h, no Mangueirão, os bicolores têm obrigação de vencer , até mesmo para ser titular da próxima rodada da Série C.

– Os jogos em casa têm de vencer. Lá fora, eles têm que discar. Para marcar, existem duas formas: jogar pela vitória e se não conseguir vencer, não temos que perder. Temos que seguir este caminho de pontuação. Hoje jogamos para vencer e, infelizmente, a vitória não veio. Procuramos o empate, um ponto fora de casa. Agora, voltamos a Belém para nos prepararmos para este jogo. Temos que buscar a vitória e é isso que vamos buscar na próxima rodada.

Para a partida contra seu maior rival, o Paysandu não terá o zagueiro Micael, expulso contra o Bota-PB, e o meia Uchôa, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Os feridos PH e Wellington Reis, que está lesionado, estão em dúvida. Matheus, em vez de lamentar as ausências, buscou comemorar as devoluções, como a do atacante Nicolás, maior goleador da temporada com 13 gols.

– Hoje o que podemos confirmar é a ausência de Uchôa e Micael. PH e Wellington estão em dúvida, temos uma semana inteira para realmente ver a situação deles, se podem ou não para o jogo do fim de semana. Temos a volta de atletas importantes para o elenco, como Nicolas e Maranhão. Obviamente, em uma competição de longo prazo você acaba perdendo e devolvendo os atletas. O momento é de elogiar quem tem oportunidade, voltando. (…) Temos atletas com todas as condições para compensar as faltas daqueles que, infelizmente, não vão participar da próxima partida.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *