Na noite de homenagem a Kobe, de acordo com as regras de LeBron, o Lakers atropela os Blazers e abre por 3-1 | nba

A noite de homenagem a Kobe Bryant e sua filha Gianna parece ter atraído todos os jogadores do Los Angeles Lakers. Desde a primeira posse de bola, a equipe tem uma gigantesca partida contra o Portland Trail Blazers. A dupla LeBron James e Anthony Davis optou por performances supremas, esmagando qualquer pretensão da equipe do Oregon na noite.

Ao final da partida, a torcida do time californiano comemorou uma noite de bela homenagem a um ídolo, e também a importante vitória do 135 a 115. Desde 1987, o Lakers não marcou 135 pontos ou mais em um jogo de playoff. Se vencerem na quarta-feira, o Lakers avança para as semifinais da conferência.

Los Angeles Lakers x Portland Trail Blazers – NBA – Foto: Kevin C. Cox / Getty Images

LeBron James foi o grande nome da noite, com 30 pontos, 6 rebotes, 10 assistências, um belo toco e um aproveitamento impressionante de 83% do arremesso (10-12). Mesmo para a cesta quase no meio da quadra fez o ás. Anthony Davis, que saiu no terceiro período com dores nas costas, fez 16 pontos só no primeiro quarto e terminou com 18 pontos, 5 rebotes, 5 assistências e 2 bloqueios. Kyle Kuzma cumpriu o papel de terceira força ofensiva da equipe e conseguiu 18 pontos.

Os Lakers foram esmagadores desde o início, com muita inspiração no jogo ofensivo e uma defesa neutralizante. A equipe converteu 17 das 39 bolas em três tentativas (43%), movimentou bem a bola, gerando 29 assistências, na pista ou na transição, a equipe atropelou os Blazers. Portland, por sua vez, teve Lillard (11 pontos) e McCollum (18 pontos, 5 rebotes e 2 roubados) apagados, com o pivô central Jusuf Nurkic como âncora da equipe com 20 pontos e 13 rebotes.

Destaques: NBA Los Angeles Lakers 135 x 115 Portland Trail Blazers

Homenagem a Kobe Bryant
Segunda-feira na NBA foi moderno “Mamba Day”, uma homenagem a Kobe Bryant. Em 24 de agosto, ele foi escolhido para celebrar a memória da estrela porque Kobe vestiu as camisas 24 e 8 ao longo de sua carreira no Los Angeles Lakers.

Em homenagem, Los Angeles entrou na quadra com uniforme preto, aludindo ao apelido da estrela, “Black Mamba”, que faleceu em janeiro junto com sua filha Gianna e outras sete pessoas na queda de seu helicóptero em Calabasas, estado de Califórnia.

As estrelas feridas se preocupam
Anthony Davis (dores nas costas) e Damian Lillard (lesão no joelho) deixaram o jogo no terceiro quarto e estão inseguros para o jogo 5 da série na próxima quarta-feira.

Recorde de três bolas para o Lakers
O Lakers foi excelente no perímetro, quebrando seu recorde de bolas de três jogos convertidas em um jogo de playoff com 17 cestas naquela noite de segunda-feira.

Flashback indigestível para Blazers
Com uma das melhores defesas da NBA, o Lakers entrou em quadra com 7 vitórias e 2 derrotas nos últimos 9 jogos contra os Blazers. Com a vitória de segunda-feira, foram 8 vitórias e 2 derrotas em 10 jogos. Números indigestos e não muito animadores para os Blazers com o Jogo 5 à vista.

No “Dia da Mamba”, a pontuação é de 24 a 8
Um simbolismo especial estava presente no placar. Em um dia de tributo a Kobe Bryant, em um determinado momento do primeiro quarto, o placar foi 24-8 para o Lakers. Era para fazer estremecer qualquer torcedor do time amarelo.

Eu jogo no melhor estilo LeBron
LeBron James também roubou a cena na defesa. Foi seu toco mais impressionante da noite.

LeBron prestou homenagem antes mesmo de ir ao tribunal
King James, que foi o herói do jogo 3 da série, prestou homenagem a Kobe antes mesmo da bola aparecer. A estrela chegou ao jogo com o uniforme preto com o número 8 do eterno ídolo da torcida do Lakers.

(1º) Los Angeles Lakers 3 x 1 Portland Trail Blazers (8º)
Jogo 1: Lakers 93 x 100 Blazers
Jogo 2: Lakers 111 x 88 Blazers
Jogo 3: Blazers 108 x 116 Lakers
Jogo 4: Blazers 115 x 135 Lakers
Jogo 5: quarta-feira (26/08) Lakers x Blazers, 22h
Jogo 6 *: sexta-feira (28/08) P Blazers x Lakers, TBD
Jogo 7 *: domingo (30/08) Lakers x Blazers, TBD

1º trimestre – Davis, senhor do tempo, Lakers no modo rolo compressor
Início de um jogo contundente para o Lakers, que abriu 15 a 0 nos primeiros 4 minutos de jogo. LeBron liderou a blitz tanto marcando quanto auxiliando. Anthony Davis também acelerou, mostrou ímpeto no ataque e os Blazers foram eliminados com o adversário abrindo uma vantagem de 16 pontos em um piscar de olhos.

Perfeito com bolas a cada três tentativas e agressivo na defesa, o Lakers continuou a ser inigualável na quarta. Principal força dos Blazers, a dupla Lillard e McCollum somou apenas 2 pontos, cabendo a Nurkic levar o piano no ataque. Para piorar a situação, Hassan Whiteside foi flagrantemente derrubado com uma cotovelada em Davis. No final da final, o Lakers correu: 43 a 25.

2º quarto – Lakers mantém domínio absoluto, Blazers em apuros
O início da próxima sala teve um equilíbrio que estava longe de ser o primeiro. Mas equilibrar o jogo não foi suficiente para os Blazers, que perdiam 21 pontos 8 minutos antes do intervalo. McCollum e Lillard tentaram isolá-los, mas faltou brilho. Se Davis estacionou no ataque, foi LeBron quem não deu paz à defesa dos Blazers.

Tudo correu bem para o Lakers, que quase não conseguiu atacar. Com muito boa movimentação de bola e força na transição ofensiva, a equipe conseguiu manter sua confortável liderança. Os Blazers tiveram um de seus piores jogos na bolha, e foram para o vestiário no final do primeiro tempo com um massacre: 80 a 51.

3º quarto – Davis e Lillard se lesionam, Lakers vence no ataque
O terceiro trimestre começou tão bem quanto o primeiro. Esmagando Lakers e Blazers completamente surpresos. A vantagem chegou a uma incrível diferença de 38 pontos. Anthony Davis deixou a quadra com problemas nas costas, mas o fato não mudou o jogo, com o Lakers muito superior.

Sem o brilhantismo de Lillard ou McCollum, os Blazers tiveram uma boa presença ofensiva de Carmelo Anthony para quebrar a boa defesa do Lakers. Nurkic brilhou no ataque e nos rebotes, mas foi um guerreiro solitário em uma partida dominada por seu oponente. Lillard deixou o jogo com uma lesão no joelho e, no final do terceiro quarto, o Los Angeles venceu por 112 a 87.

Quarto quarto: Lakers confirma vitória tranquila
No quarto período, com 25 pontos de vantagem para o Lakers, os times deixaram as reservas em campo, salvando seus principais jogadores para o jogo 5.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *