No Rio de Janeiro, drones serão usados ​​para evitar multidões.

No Rio de Janeiro, drones serão usados ​​para evitar multidões.

A partir de hoje, qualquer pessoa que insista em ficar em meio a multidões em locais públicos no Rio de Janeiro pode ser surpreendida por um drone equipado com um alto-falante, que emitirá alertas sobre a importância de ficar em casa agora para enfrentar a nova pandemia. coronavírus.

A equipe da cidade do Rio de Janeiro auxiliará o centro de operações e a base operacional estabelecida no Riocentro para atender as chamadas de aglomeração de disco, além do monitoramento de telefones celulares.

Segundo o prefeito Marcelo Crivella, o drone ajudará a aumentar a conscientização do público. “Vamos usar um drone que possui um alto-falante. Ele transmitirá uma mensagem às pessoas e avisará: por favor, volte para casa. Não fique lotado, você está em risco”, disse ele ontem em entrevista coletiva.

Mercados e produtos

Esta semana também começa a inspeção das novas regras que mercados, supermercados e frutas e legumes devem adotar para evitar o contágio com o novo coronavírus. O padrão foi publicado nesta segunda-feira (13) no Diário Oficial do Município, após discussão com a Associação de Supermercados do Estado do Rio de Janeiro (Asserj).

As regras incluem prioridade no atendimento a pessoas com mais de 60 anos; restringir a entrada a uma pessoa por família; controle de acesso do cliente para evitar multidões; e a demarcação do piso para manter um metro e meio de distância entre os clientes nas filas.

Nas áreas de exibição, o autoatendimento é proibido na venda de pão, enquanto a venda de produtos fracionados e fatiados deve ser priorizada, desde que embalados e identificados.

Carros e cestas devem ser limpos constantemente. Os clientes devem borrifar as mãos com uma solução de álcool a 70% antes da entrada e os estabelecimentos devem manter distribuidores de álcool a 70% nos balcões de checkout, balcões de serviço e outros pontos acessíveis aos clientes.

Os funcionários devem ser avaliados diariamente na entrada e durante o serviço e devem ser demitidos se apresentarem sintomas respiratórios ou febre. O estabelecimento deve fornecer equipamentos de proteção individual para o pessoal de limpeza e recomenda-se a instalação de uma partição transparente forte para proteger o funcionário.

Os estabelecimentos que não cumprem as regras podem receber notificações, multas e até sofrer interdições.

Street Sweep Training

Outra ação da cidade anunciada hoje é o treinamento de 60 varredores Comlurb em associação com os militares, para descontaminação de ambientes. Hoje eles estão iniciando um curso ministrado pela Seção de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) da Escola de Instrução Especializada do Exército Brasileiro (ESIE).

O treinamento inclui os processos de descontaminação de locais públicos, quais soluções usar para o saneamento, os riscos dos produtos e a maneira correta de usar e descartar equipamentos de proteção individual (EPI) e resíduos.

O curso também abordará o risco representado pelo coronavírus, seus modos de transmissão e o tempo estimado em que permanece viável para cada tipo de material ou superfície.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.