NOVA ajuda é DEFENDIDA com outra parcela de R $ 600 e outras de R $ 300

Membros do Palácio do Planalto teriam sido informados de que os parlamentares são a favor da extensão da ajuda emergencial. O aviso veio após uma reunião de líderes do Senado. Eles defendem a prorrogação do auxílio em outra parcela de R $ 600 e nas demais, de R $ 300.

O primeiro lote de pagamentos de ajuda emergencial, criado para ajudar os trabalhadores mais vulneráveis, termina em agosto. A ala política do governo fez uma guerra à ala econômica, comandada por Paulo Guedes, para estender a ajuda em maior quantidade.

E a equipe econômica argumenta que não há como continuar pagando honorários de R $ 600. Por outro lado, os assessores políticos de Jair Bolsonaro (sem partido) defendem que o presidente não deve perder o apoio e a aprovação que obteve, principalmente na região Nordeste, por ajuda. A abordagem para expandir o apoio ao presidente é a reeleição.

Segundo Bolsonaro, o valor de 600 R $ é alto mas 200 reais é pouco. Portanto, é bem possível que os valores de extensão sejam um meio-termo, como você disse. O valor de R $ 300. Mas nada está definido ainda.

“Hoje tomei café com [presidente da Câmara, Rodrigo] Maia (DEM-RJ), e a gente cuida desse assunto. Os 600 reais pesam muito para a União, porque é um endividamento. E se o país está endividado, perde-se credibilidade ”, disse. Presidente.

“R $ 600 é muito, R $ 200 é pouco. Mas podemos chegar a um acordo e estender-nos alguns meses, talvez até o final do ano, para sair dessa situação. Faça os empregos voltarem ao normal “, acrescentou. Além dos cinco já aprovados, o governo estuda o liberação de mais participações nos lucros, no entanto, a medida depende de ajustes no orçamento.

Pagamento da quinta parcela

O pagamento da quinta parcela do auxílio emergencial, atualmente no valor de R $ 600, passou a ser pago no dia 18 de agosto aos beneficiários do Bolsa Família.

Você pode gostar:

Os beneficiários que se cadastraram pelo aplicativo ou pelo site e nasceram em janeiro passam a receber a quinta parcela a partir do dia 28 de agosto.

O dinheiro é depositado na caderneta de poupança social digital da Caixa e movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem.

O cronograma de pagamento da 5ª entrega de auxílio aos beneficiários do Bolsa Família segue até 31 de agosto. Novamente, o calendário continua de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

No dia 31 de agosto, último do calendário, o pagamento é liberado para quem tem NIS finalizado em 0.

Ao contrário do que acontece com os beneficiários que se cadastram pelo site ou pelo aplicativo, os do Bolsa Família não precisam esperar um segundo cronograma para fazer saques em dinheiro do ajuda.

Os beneficiários que não recebem do Bolsa Família receberão o recurso de depósito de poupança digital por meio do aplicativo Caixa Tem. Inicialmente, o dinheiro só pode ser usado para pagamento de contas e faturas e compras por meio de cartão virtual, é apenas em um segundo momento o característica é liberado para retiradas e transferências.

Atualmente, o estudos do governo criando mais parcelas de lucro com 1 valor reduzido. Porém, não há nada de concreto no alargamento. Apenas os cinco pagamentos são garantidos.

Veja também: 2 grupos já podem sacar FGTS emergencial de até R $ 1.045

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci Shinoda

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *