nova política de privacidade relacionada ao Facebook seria ilegal

No próximo sábado, 15 de maio, exatamente em um mês, data em que Whatsapp vai mudar suas políticas de privacidade, que entre outras coisas tem sido bastante criticado porque vai forçar seus usuários a compartilhar todos os seus dados com o Facebook se você quiser continuar usando o aplicativo.

De acordo com a Bloomberg, a agência de proteção de dados de Alemanha, na cabeça de Johannes Caspar, busca que essas novas políticas sejam declaradas ilegais.

WhatsApp: novas regras seriam ilegais

Caspar explicou, citado pelo mesmo veículo, que é contra as novas regras por acreditar que será usado pelo Facebook para propósitos mais amplos de publicidade e marketing.

“É importante garantir que o elevado número de utilizadores, que torna o serviço atractivo para muita gente, não conduza a uma exploração abusiva do poder dos dados”, afirmou o comissário em nota, após avisar que o WhatsApp é a aplicação mais utilizado pelos alemães, acima do Facebook, com 60 milhões de usuários.

“Há motivos para acreditar que as disposições que permitirão e ampliarão a troca de dados entre o WhatsApp e o Facebook será ilegalmente aplicada devido à falta de consentimento voluntário e informado”Adicionado Johannes Caspar.

Bloomberg lembra que WhatsApp adiou a implementação do nova política de privacidade no início deste ano porque milhares de seus usuários discordam e eles ameaçaram sair do aplicativo e comece a usar o Telegram.

Facebook, Controladora do WhatsApp, já sabe da intenção do comissário alemão e em um comunicado disse que “Irá resolver seus mal-entendidos sobre o propósito e efeito da atualização” e que continua “comprometida em fornecer comunicações seguras e privadas para todos.”

“Para ser claro, ao aceitar os termos de serviço atualizados do WhatsApp, os usuários não aceitam qualquer expansão em nossa capacidade de compartilhar dados com o Facebook, e a atualização não afeta a privacidade de suas mensagens com amigos ou familiares em qualquer lugar do mundo.” Disse o Facebook, citado pela Bloomberg.

WhatsApp: O que acontece se você não aceitar as políticas de privacidade?

  • Os usuários poderão aceitar as condições do WhatsApp após 15 de maio, mas, ao fazê-lo, será aplicada a política de usuários inativos. Consiste na exclusão de contas inativas por mais de 120 dias.
  • Além disso, antes que a atualização entre em vigor, as pessoas poderão exportar o histórico de bate-papo no Android ou iPhone e baixar um relatório.
  • Por fim, a plataforma destacou que se você optar por excluir a conta, o histórico de mensagens, grupos e cópias de backup serão excluídos.

Nas ultimas semanas, O WhatsApp tem procurado ter uma comunicação assertiva com seus usuários e, para ficar claro com as modificações, incorporou novas funções, como aparecem nos extratos de todas as contas.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *