O acordo fiscal do Brexit com o Brasil abre as portas para um acordo comercial com a nona maior economia do mundo | Política | Notícia

O Reino Unido chegou a um “acordo de dupla tributação” com o Brasil, que abriu a oportunidade para os dois países fecharem um importante acordo comercial. O acordo significa que os lucros obtidos por uma empresa em um país não podem ser tributados novamente no outro e abre as portas para investimentos e novos negócios.

Dudley North MP Marco Longhi, enviado comercial ao Brasil, disse: “Uma grande conquista comercial passou despercebida esta semana. Mais exportação e comércio significa garantir mais empregos e torná-los mais seguros. Em um momento de incerteza econômica, isso deve ser comemorado ainda mais.

“Com US$ 1,9 trilhão, o Brasil é o nono maior país do mundo, mas o comércio com o país tem sido notoriamente difícil e pouco atraente.

“Depois de anos de lobby e um empurrão final do HMRC e do órgão equivalente do Brasil (Receita Federal), um Acordo de Dupla Tributação foi formalmente assinado esta semana. Isso significa que as empresas de um país que negociam com o outro serão tributadas apenas em um país, não nos dois países, como tem acontecido até agora.

“A remoção dessa barreira comercial de dupla tributação significará muito mais empregos e criação de riqueza para o Reino Unido e o Brasil, e é um marco importante para qualquer acordo comercial futuro.

Melanie Hopkins, embaixadora interina do Reino Unido no país, também destacou a importância do acordo em um tópico no Twitter.

Ela disse: “Celebramos uma das conquistas mais importantes no relacionamento comercial britânico-brasileiro nos últimos anos. A assinatura de um Acordo de Dupla Tributação (DTA) é essencial para evitar que as receitas de transações comerciais sejam tributadas duas vezes: no Reino Unido e novamente no Brasil.

“Por muitos anos, ouvimos de empresas que pagar impostos duas vezes encarece os negócios. Em 2017 iniciamos diálogos exploratórios com o Brasil para avançar em um tratado. O acordo assinado hoje vai mudar isso, trazendo benefícios para as economias dos dois países!”

Ele continuou: “A certeza fiscal e a previsibilidade fornecidas pelo DTA impulsionarão o comércio entre a Grã-Bretanha e o Brasil, fortalecendo nosso relacionamento bilateral. Nossas empresas gastarão menos dinheiro fazendo negócios tanto no Reino Unido quanto no Brasil! Agradeço a ambas as equipes técnicas por seus esforços.

“Este acordo deve ajudar a criar empregos e prosperidade para a Grã-Bretanha e o Brasil. Para entrar em vigor, depende da aprovação do Congresso brasileiro e do Parlamento britânico. Esperamos trabalhar com o Brasil para uma ratificação rápida. Menos barreiras fiscais = + comércio e + progresso!”

O Brasil é um dos chamados países BRICKS, que são as futuras áreas de crescimento econômico maciço.

O Reino Unido já está se beneficiando de outros com seus acordos com membros da Parceria Transpacífica Abrangente e Progressiva (CPTPP) e o pedido de adesão ao grupo.

O acordo com o Brasil só foi possível graças ao Brexit e oferece uma grande oportunidade para o Reino Unido avançar, segundo seus apoiadores.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.