O barroco prega união e assume responsabilidades em uma fase ruim de Vitória: “Está sendo insuficiente” | vitória

Em Ribeirão Preto, o Vitória foi derrotado por 2 a 1 pelo Botafogo-SP, na noite deste domingo, e chegou ao sétimo jogo sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro sofreu um gol antes do primeiro minuto de jogo, melhorou na fase final, mas viu o rival se expandir. No final, Jordy Caicedo cobrou [veja acima os melhores momentos do jogo].

Após o jogo, Eduardo Barroca se manifestou e analisou o desempenho da equipe neste domingo. O treinador lamentou o gol sofrido antes do primeiro minuto de jogo.

– Um resultado que obviamente não gostamos. Viemos aqui para vencer, para interromper essa sequência que estamos vivendo. Obviamente, nosso principal objetivo ainda é interromper essa sequência, pois temos uma grande necessidade de vitória para aumentar o nível de confiança de todos, dos jogadores, da autoestima. E hoje sofremos um golo muito cedo. Fracassamos novamente e estamos pagando um preço alto por nossos fracassos. Depois tivemos que fazer um jogo inteiro para recuperar, para recuperar. Aí voltamos para o segundo tempo, criamos as oportunidades. E aí, no momento em que precisávamos nos expor, o Botafogo-SP fez o segundo gol. Ainda precisávamos, procurávamos 2 a 1. Tivemos chances de empatar, lutamos – analisou.

Eduardo Barroca em Botafogo-SP x Vitória – Foto: Reprodução

Com a derrota e os resultados momentâneos da jornada 17, o Vitória caiu para a 14ª colocação, com 20 pontos, um a mais que o Figueirense, clube que abre a zona de rebaixamento. O Barroca, que ainda não venceu desde que ingressou no clube, assumiu a responsabilidade pelos maus momentos da equipa e pediu unidade neste momento difícil.

– Mas neste momento, como treinador, preciso falar cara a cara com o torcedor do Vitória. Está sendo insuficiente. Já falei com os jogadores. Eu, como treinador do Vitória, devo assumir essa responsabilidade. E eu estou aqui para isso, para assumir, para receber, porque a gente precisa, o quanto antes, interromper essa sequência. Hoje foi um jogo importante para nós. Precisamos, o mais rápido possível, voltar a Salvador, para nos recuperarmos fisicamente deste jogo. Mas acima de tudo, precisamos nos unir, interromper essa sequência de erros que temos cometido.

– Precisamos aumentar o nível de confiança, criar mais oportunidades, colocar vantagem nos jogos. Desde que cheguei, no jogo contra o Avaí, tem sido difícil para a gente ganhar vantagem. A única partida que realmente jogamos foi contra o Guarani. Contra o Avaí marcamos cedo, mas encaixamos, falhamos. E isso está sendo muito difícil, porque temos que jogar o tempo todo para tentar. E, em um momento como esse que estamos vivendo agora, é muito difícil. Por isso é preciso estar muito atento no início dos jogos, minimizar erros defensivos e, cada vez mais, aproveitar o descanso no segundo tempo, para que os jogos sejam mais confortáveis ​​para nós. Em particular, interrompa essa sequência sem vitória, para que possamos fazer uma segunda rodada diferente desta primeira: completa.

O treinador também voltou a falar sobre a necessidade de reforços para criar a competição interna no Vitória. Barroca lembrou as ausências de Wallace e Fernando Neto, lesionados, além de Juninho Quixadá, que se lesionou durante a partida deste domingo.

– Estamos conversando com a administração para trazer reforços. Precisamos lidar com a competição interna dos jogadores, é muito importante que os jogadores tenham uma competição interna forte. Conversamos, tentamos encontrar alternativas. Nós precisamos disso. Muitos jogadores importantes ausentes, Wallace, Fernando Neto, hoje Juninho Quixadá com um problema físico. Mas os torcedores do Vitória ainda acreditam que vamos trabalhar muito.

O Vitória agora volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Brasil de Pelotas, no Barradão, às 19h15 (horário de Brasília).

– Agora temos que aproveitar este jogo contra o Brasil, fazer um grande resultado, interromper essa sequência, para que possamos fazer uma segunda rodada de recuperação. Eu imagino que o fã está chateado, chateado. – Como treinador, eu o respeito muito e estou aqui, frontalmente, me responsabilizando pela questão dos resultados. E pode ter certeza, torcedor do Vitória, que eu, como técnico da equipe, vou cobrar muito para que possamos sair dessa zona de emergência e fazer um segundo turno diferente deste primeiro – finaliza Barroca.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *