O blog do Google Brasil: crie jogos como uma menina: mude o desafio do jogo

Ações para reduzir a ocupação em nossos escritórios.

Em Junho do ano passado, lançamos, durante o Google for Brazil, o Mude o desafio do jogo, nossa iniciativa de incentivar a próxima geração de desenvolvedores de jogos. Convidamos estudantes de escolas públicas e privadas, com idades entre 15 e 21 anos, para enviar suas idéias para jogos para celular. O prêmio para os dois primeiros foi que seus jogos foram desenvolvidos por Tapps Games e seu lançamento em Google play, nossa loja de aplicativos. Outras 800 meninas ganhariam cursos de programação online. O resultado foi incrível: recebemos mais de 3.000 inscrições de todas as regiões do Brasil! Em dezembro passado, durante o CCXP, finalmente anunciamos os vencedores. Hoje, em meio às comemorações do Dia Internacional da Mulher, tenho o prazer de anunciar que os dois jogos foram desenvolvidos e agora estão disponíveis no Google Play!

O Salve o mundo como uma garota, a idéia de Isabela Fernandes, do Colégio COTEMIG, de Minas Gerais, é um jogo que combina aventura, luta e uma das minhas disciplinas favoritas na escola (e até hoje): História. Além de desafiador, o jogo apresenta mulheres importantes da história e da ciência humanas, como Cleópatra e Marie Curie. Ah, um ovo de páscoa: Isa, nossa poderosa vencedora, também veio ao jogo.

O jogo de quebra-cabeça Meoweb É uma adaptação da idéia de Letícia Araújo, do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG). Letícia adora gatos e programação, então decidiu juntar tudo no jogo! Na Meoweb, qualquer pessoa pode começar a aprender HTML enquanto resolve desafios para evitar problemas com gatinhos. Existem várias etapas para aprender a linguagem de programação enquanto se diverte.

Conhecendo Isabela e Letícia, além de ter lido tantas boas idéias que recebemos, fiquei feliz em saber quanto talento e vontade de mudar o mundo estão em toda parte. Esperamos que outras mulheres, vendo o que Isabela e Letícia tenham criado e produzido em conjunto com a Tapps Games, também sejam inspiradas a criar e programar e, quem sabe, até seguir uma carreira em jogos.

As mulheres já são maioria entre os jogadores.Mas acho que ainda precisamos ajudar a trazer essa diversidade para o design e a criação de jogos. De acordo com um pesquisa realizada pela Game Brasil em 2018Nos últimos anos, a participação feminina cresceu 38% entre os profissionais do mercado. Apesar desse número, as empresas que trabalham no segmento de jogos têm apenas 20,7% de mulheres, contra 79,3% de homens entre seus desenvolvedores.

Para mudar esse cenário, continuaremos a apoiar e celebrar todas as iniciativas no caminho da diversidade. A emoção sentida em cada etapa desta jornada, desde o momento do prêmio, até a visita e conversas com os professores da Poli e em cada reunião com a Tapps no processo de desenvolvimento do jogo, é indescritível e me enche de esperança de Que este jogo mude em breve!

Postado por Maia Mau, diretor de marketing do Google Play para a América Latina, responsável pelo desafio Change the Game

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *