O Brasil quer aproveitar o sucesso dos campeonatos mundiais em 2022…

(MENAFN-Federação Internacional de Artes Marciais Mistas)

Por Caoilte de Barra

O Brasil voltará à ação no Campeonato Pan-Americano da IMMAF 2022 depois de começar o ano em grande estilo no Mundial. Uma equipe inalterada de seis fará a viagem a Monterrey, no México, com os olhos firmemente postos no ouro.

Giuliany Perea fará sua segunda aparição em uma competição da IMMAF. Sua primeira aparição no torneio a viu agitar a divisão dos moscas para levar para casa uma medalha de prata. Sua proeza no grappling foi vital no caminho para a final. Uma vitória na chave de joelho sobre Eman Khan abriu sua conta na competição, seguida de uma vitória no mata-leão sobre a experiente Paulina Wiśniewska.

Infelizmente para Perea, a final não lhe correu bem. No entanto, a dupla com Beatriz Consuli foi de alto nível. Desde o Mundial, Perea é faixa-marrom de Jiu-Jitsu e vem lutando ativamente, conquistando um campeonato estadual no Brasil. Ela vai cair para o peso-palha desta vez, na esperança de construir em seu sucesso anterior, e como a atleta mais credenciada em sua divisão, ela pode ser a única a ser derrotada.

Outra medalhista do Mundial que volta aos palcos da IMMAF é Josiane Oliveira, que estreou no MMA apenas no início da corrida pelo bronze. Oliveira tem formação no taekwondo e foi reserva da seleção brasileira que disputou as Olimpíadas de 2008. Suas incríveis credenciais brilharam em todas as suas três lutas de MMA, incluindo vitórias sobre a campeã mundial Maryna Demchuck e a vice-campeã europeia Ilaria Norcia.

O superpesado Caio Sardella espera melhorar na última partida que o viu perder para Rassul Khatayev. O faixa-roxa de Jiu-Jitsu tem apenas mais um atleta em sua categoria, pois pretende garantir sua primeira vitória no MMA.

A equipe completa que representará o Brasil no Campeonato Pan-Americano da IMMAF 2022 é a seguinte.

Giuliany Perea – Peso palha
Juan Pablo Oliveira – Peso palha
Josiane Oliveira – Peso galo
Ana Vitória Diniz – Peso Pena
Breno Yuri Santos – Peso leve
Caio Sardella – Super Pesado

Falando antes do Campeonato, o técnico da equipe, Vander Valverde, espera medalhas. Ele disse:

“Antes de mais nada, gostaria de agradecer a toda equipe do CBMMAD por mais uma vez acreditar no meu trabalho e em todos os atletas. Nossa equipe está bem motivada para este Pan-Americano, com os mesmos atletas que participaram do último Mundial, o que nos leva a acreditar que teremos novamente um ótimo resultado.

“A equipe, depois da última Copa do Mundo, continuou treinando forte e aperfeiçoando o trabalho e pensando nos Jogos Pan-Americanos. Estou ansioso para ver essa equipe competir e sair com muitas medalhas.”

Da última vez, a seleção brasileira foi acompanhada pelo Hall of Hamer do UFC, Rodrigo Minotauro Nogueira, que desta vez não estará presente. No entanto, a lutadora peso galo do UFC Ketlen Vieira se juntará à equipe no México. Ele explicou que não pôde comparecer ao Mundial, mas confia na equipe enviada para competir. Ela disse:

“Minhas expectativas para este Pan-Americano são as melhores. Eu já queria acompanhar a seleção brasileira para a Copa do Mundo, mas estava prestes a ter uma luta marcada, então estava muito focado e não pude ir. Graças a Deus agora estou com isso, acabei de lutar para ter a oportunidade de ir com uma equipe muito boa com Giulliany e Breno Yuri. Há também Josi, que também foi medalhista da Copa do Mundo. Acho que o Brasil terá uma grande participação neste Pan-Americano.

“Tenho acompanhado os treinos com os meninos aqui e acho que o Brasil está indo muito bem. Também tivemos uma boa participação na Copa do Mundo. Isso chamou a atenção de vários atletas amadores, e mais pessoas querem participar. O Minotauro também tem nos ajudado muito, correndo atrás de ingressos e tudo mais. Ele está fazendo um ótimo trabalho com Nelson, com todos. Tenho que te agradecer por tudo. Sabemos como é difícil dar suporte aqui no Brasil, mesmo para profissionais. Mas eles estão se preparando, perseguindo coisas, lutando pelos atletas, acreditando nos sonhos dos atletas”.

Depois do impressionante desempenho no Mundial, não há dúvidas de que a seleção brasileira será uma das mais fortes da competição. Mesmo com apenas seis atletas inscritos, eles podem ser os vistos no Pan-Americano de 2022.

MANFN03062022006291013655ID1104320502


Nota legal: A MENAFN fornece as informações “como estão” sem garantia de qualquer tipo. Não aceitamos qualquer responsabilidade pela exatidão, conteúdo, imagens, vídeos, licenças, integridade, legalidade ou confiabilidade das informações contidas neste artigo. Se você tiver alguma reclamação de direitos autorais ou problemas relacionados a este artigo, entre em contato com o provedor listado acima.

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.