O Brasil sediará o Uruguai; Argentina sobe na classificação

SÃO PAULO (AP) – Já faz um bom tempo que o Brasil tinha a vantagem de torcer em casa.

A seleção brasileira terá torcedores locais no estádio pela primeira vez desde o início da pandemia do COVID-19, quando eles receberão o Uruguai em uma partida pelas eliminatórias para a Copa do Mundo na quinta-feira.

O Brasil lidera a classificação sul-americana com 28 pontos e a Argentina com 22 em 10 jogos. Ambas completaram um jogo a menos que as outras oito equipes na competição, depois de sua reunião no mês passado ter sido suspensa após sete minutos por protocolos de saúde.

A Argentina, que está em segundo lugar, liderada por Lionel Messi e Rodrigo de Paul, buscará solidificar sua ascensão ao enfrentar o Peru apenas cinco dias depois de vencer o Uruguai por 3 a 0.

Equador e Uruguai têm 16 pontos, mas os equatorianos têm mais vitórias e estão na terceira colocação. A Colômbia está em quinto lugar, com 15 pontos. O Paraguai está três pontos atrás na sexta colocação, seguido por Peru (11), Chile (10), Bolívia (9) e Venezuela (7).

As quatro melhores equipes da América do Sul garantirão uma vaga automática na Copa do Mundo do ano que vem. O quinto colocado entrará em um playoff intercontinental por uma vaga no Catar.

BRASIL vs URUGUAI

Se o treino de terça-feira em Manaus contar, o técnico brasileiro Tite testará três novos titulares contra o Uruguai. O lateral-direito Emerson Royal vai substituir Danilo, o zagueiro Lucas Veríssimo vai substituir Marquinhos e o ala Raphinha vai substituir Gabriel Barbosa.

A impressionante vitória do Brasil por 3 a 1 na Venezuela e o empate de 0 a 0 no domingo com a Colômbia não mostraram a firmeza do time e aumentaram a pressão sobre o craque Neymar. Mas não há dúvida de que Tite continuará a fazer experiências com sua escalação e combinações.

Uma vitória dará ao Brasil 31 pontos, mais do que todas as seleções que se classificaram para a Copa do Mundo na quarta posição desde que o atual formato foi implementado, em 1998. A Seleçao terá pelo menos outras seis partidas no ranking.

Enquanto isso, o Uruguai parece estar desistindo da defesa das últimas cinco que usou na derrota por 3 a 0 para a Argentina. O técnico Óscar Tabárez reuniu mais uma vez a combinação dos veteranos atacantes Luis Suárez e Edinson Cavani nos treinamentos.

Tabárez perdeu outro zagueiro devido a lesão na terça-feira, com Ronald Araújo excluído do jogo contra o Brasil por causa de uma lesão muscular. O Uruguai já ficou sem o zagueiro José María Giménez e o meio-campista Giorgian de Arrascaeta.

Espera-se que cerca de 10.000 torcedores assistam à partida na Arena da Amazônia.

ARGENTINA vs PERU

Uma vitória sobre o Peru colocará Argentina e Lionel Messi muito perto de uma vaga na Copa do Mundo, o que é muito diferente da experiência da seleção nas últimas edições das eliminatórias sul-americanas.

A Argentina do técnico Lionel Scaloni buscará mais uma vitória convincente diante dos torcedores da casa para manter o ritmo desde o último título da Copa América, em julho. Ele também terá interesse em que 10 de seus jogadores evitem a suspensão antes de duas rodadas difíceis em novembro, quando a Argentina viaja para o Uruguai e recebe o Brasil.

Os titulares Gonzalo Montiel, Nicolás Otamendi, Rodrigo de Paul, Giovani Lo Celso e Lautaro Martínez perderão o jogo contra o Uruguai se conseguirem o cartão amarelo frente ao Peru.

Cinco outros jogadores com cartão amarelo devem ser suplentes no Estádio Monumental de Buenos Aires: Germán Pezzella, Nicolás Tagliafico, Lucas Martínez Quarta, Exequiel Palacios e Nicolás Domínguez.

Scaloni deve aposentar o lateral-esquerdo Marcos Acuña, que foi substituído por Nicolás Tagliafico no jogo contra o Uruguai. A Argentina também pode descansar os meio-campistas Leandro Paredes e Giovanni Lo Celso.

O Peru tem menos probabilidade de se classificar para sua segunda Copa do Mundo consecutiva depois da derrota por 1 a 0 para a Bolívia no domingo. Mesmo uma vitória na Argentina pode não ser suficiente para os peruanos preencherem a lacuna com a Colômbia em quinto lugar, que será o Equador.

Ainda na quinta-feira, a Bolívia enfrenta o Paraguai e o Chile recebe a última colocada, a Venezuela.

___

Mais AP Soccer: https://apnews.com/hub/soccer e https://twitter.com/AP_Sports

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *