O comentarista veterano Johnny Herbert deixa a cobertura da Fórmula 1 da Sky Sports: PlanetF1

O ex-corredor que virou comentarista Johnny Herbert parece ter deixado a Sky Sports após um longo relacionamento de trabalho com a emissora britânica.

Herbert foi ao Instagram apresentando uma imagem da programação de transmissão do canal em 2022 com a legenda “Vou sentir falta desse time”.

A funcionária da Sky Sports, Natalie Pinkham, comentou abaixo: “Johnny, eu te amo para sempre.”

O PlanetF1.com abordou a Sky Sports para esclarecimentos, mas não obteve resposta até o momento da publicação.

Herbert foi piloto de F1 de 1989 a 2000, competindo por um total de sete equipes em 160 corridas. O maior resultado de sua carreira veio em 1995, quando garantiu o quarto lugar com a Benetton após duas vitórias naquele ano.

Após sua carreira como piloto, Herbert embarcou em uma carreira na mídia, ingressando na Sky Sports em 2012 como analista especializado. Seu momento mais notável veio em 2022, quando informou a Max Verstappen que havia vencido seu segundo Campeonato Mundial após alguma confusão após pontos em um Grande Prêmio do Japão encurtado.

Ele foi um dos sete ex-pilotos de F1 na escalação, incluindo o campeão mundial de 1996 Damon Hill, o campeão mundial de 2009 Jenson Button, Martin Brundle, Paul di Resta, Anthony Davidson e Karun Chandhok.

Naomi Schiff e Danica Patrick também apareceram na cobertura da estação em 2022.

PlanetF1 recomenda

Esqueça Red Bull x Mercedes x Ferrari, outra batalha parece dominar F1 2023
Estatísticas da F1: 11 vezes os pilotos teriam conquistado o título de construtores sem ajuda
Lewis Hamilton x Max Verstappen: estatísticas importantes comparadas após as oito primeiras temporadas na F1

A emissora ainda não anunciou quem liderará sua escalação para 2023, com Simon Lazenby normalmente apresentando e David Croft como principal comentarista.

A Sky Sports é uma das maiores emissoras do esporte, oferecendo transmissão no Reino Unido, Irlanda, Alemanha e Itália, bem como transmissão internacional.

Eles adquiriram os direitos em 2012 e em setembro de 2022, A F1 anunciou um novo acordo com a Sky que os faria manter os direitos até 2029.

A apresentadora virou o centro das atenções no México após Verstappen se recusou a falar com eles após comentários feitos por Ted Kravitz.

O holandês disse estar chateado com os comentários “desrespeitosos” feitos por Kravitz, referindo-se a um comentário feito pela emissora no qual ele disse que Verstappen havia “roubado” o Campeonato Mundial de Lewis Hamilton em 2021.

Verstappen acabou com o embargo na próxima corrida no Brasil.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.