O Departamento de Saúde paga R $ 5,5 milhões em TPD nesta sexta-feira (27)

JBr.

Na última quarta-feira (19), a Secretaria de Saúde (SES) pagou o valor referente ao Trabalho por período específico (TPD), realizado em janeiro deste ano, a 4.090 funcionários do portfólio, totalizando R $ 5.586. 501 80. O pagamento será realizado dentro do prazo previsto em lei, até 60 dias após o expediente.

“O governador Ibaneis Rocha determinou que continuemos a política de respeito e valorização dos funcionários públicos”, destaca o secretário de Saúde, Francisco Araújo. “Nesse cenário de confronto com o novo coronavírus, os servidores farão a diferença para termos sucesso em ajudar a população”.

O gerente lembra que o SES está investindo mais em equipamentos, suprimentos, medicamentos e ações firmes para superar essa pandemia. “Mais do que nunca, é imperativo que continuemos a fazer os esforços necessários para garantir pagamentos regularmente, pois os funcionários públicos estão focados em abordar o Covid-19 em todas as áreas da saúde”.

A Subsecretária de Gestão de Pessoas do Ministério da Saúde, Silene Almeida, destaca o trabalho do Fundo de Saúde do Distrito Federal (FSDF) com o Ministério da Economia para manter esse compromisso. “Continuamos cumprindo o que assinamos no início do mandato. Isso é prova do esforço que o governo fez para valorizar o trabalho realizado pelo servidor público “, afirmou.

Trabalhar por um período especificado

O TPD é um instrumento usado pelo SES para preencher qualquer déficit e garantir assistência aos cidadãos. O atraso no depósito de valores de horas extras trabalhado até junho de 2018, que, após essa data, passou a ser TPD, foi corrigido apenas com base na gestão atual do GDF, que conseguiu regularizar pagamentos e, desde então, recursos depositados

A Secretaria de Gestão de Pessoas (Sugep), por sua vez, também trabalha para restaurar a força de trabalho. Com a chegada dos funcionários que optaram por não permanecer designados ao Instituto de Gestão Estratégica da Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), e também devido à expansão da carga de trabalho de centenas de funcionários, de 20 para 40 horas de trabalho por semana -, a expectativa é que o investimento em TPD diminua gradualmente.

Com informações da Agência Brasília

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.