O dólar cai frente ao real com melhora do apetite pelo risco global; promotor continua no radar Por Reuters

© Reuters. (Título em branco recebido)

Por Luana Maria Benedito

SÃO PAULO (Reuters) – O dólar começou a semana em queda frente ao real na segunda-feira marcado pela desvalorização da moeda americana no exterior, depois que dados chineses aumentaram as esperanças de retomada da atividade na segunda maior economia do mundo. . Enquanto o otimismo sobre uma vacina contra o coronavírus e pacote de estímulo nos Estados Unidos também alimentou o apetite pelo risco.

Às 11h20, a venda caiu 0,85%, para 5,5961 reais na venda.

O foco dos investidores internacionais nesta segunda-feira foi a notícia de que o Produto Interno Bruto (PIB) da China cresceu 4,9% entre julho e setembro em relação ao ano anterior, taxa mais lenta do que o salto de 5,2%. previsto por analistas em pesquisa da Reuters, mas mais rápido do que o crescimento de 3,2% registrado no segundo trimestre.

“Embora abaixo do esperado, esse crescimento demonstra que o impacto das medidas de estímulo na China foi eficaz e destaca como tais medidas serão adotadas a partir de agora, em linha com as discussões sobre estímulos adicionais nos EUA. . “Ele disse em uma nota. Vieira, economista-chefe da Infinity Asset.

No domingo, a presidente da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, a democrata Nancy Pelosi, estava otimista com a possibilidade de aprovação de um novo pacote de ajuda antes mesmo da eleição presidencial dos Estados Unidos em 3 de novembro, em um sinal de que o impasse O problema político pode ser superado.

Também para aliviar o sentimento do mercado, a Pfizer anunciou na sexta-feira que poderia solicitar autorização nos Estados Unidos para administrar uma vacina Covid-19 a partir de novembro.

Esta manhã, o dólar estava perdendo frente a uma cesta das principais moedas, enquanto moedas de risco, cujo movimento tende a seguir o real, como o rand sul-africano e o dólar australiano, estavam sendo negociadas em alta.

Enquanto isso, no Brasil, “as incertezas sobre a dinâmica das contas públicas (…) devem continuar pesando sobre os ativos de risco”, escreveram especialistas da equipe econômica da Guide Investimentos. “A força de Maia como um grande ator político deve trazer algum alívio, mas até que a apresentação da Renda Cidadã seja feita de uma forma que respeite o teto, o espectro de risco fiscal continuará a assombrar os mercados.”

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse no final da semana passada que a possibilidade de prorrogação do estado de calamidade pública “não existe”, e defendeu que um aprimoramento na regulamentação do teto de gastos. do que a instituição de um novo programa de renda mínima, perseguido pelo presidente Jair Bolsonaro.

Temores fiscais têm sido apontados como um dos motores do dólar nos últimos meses, além de um cenário econômico e político incerto e um ambiente de taxas de juros extremamente baixas. Em 2020, a moeda americana acumula salto de cerca de 40% em relação ao real.

Na sessão anterior, na sexta-feira, o dólar à vista subia 0,32%, a 5,6416 reais na venda.

O Banco Central anunciou para esta segunda-feira um leilão de swap tradicional para rolar até 10,89 mil contratos com vencimento em abril e julho de 2021.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci Shinoda

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *