O golpe do WhatsApp usa coronavírus para roubar dados pessoais; veja como evitar

JBr.

Em tempos de pandemia de coronavírus, os cibercriminosos obrigam as pessoas a olhar além da prevenção de saúde e doenças. Isso ocorre porque, de acordo com a Kaspersky, uma empresa de segurança cibernética, um novo golpe circulou no aplicativo de mensagens do WhatsApp, que promete máscaras gratuitas e gel de álcool em troca dos dados pessoais dos usuários.

O golpe é o seguinte: o usuário do aplicativo recebe uma mensagem aparentemente alerta para a prevenção do coronavírus, com um link que leva a um site, com logotipos e slogans do Governo Federal, que contém dicas sobre como se proteger contra a doença.

Lá, existe um campo de registro para preencher dados pessoais, como nome, CPF e endereço, e depois receber o kit com gel e máscara de álcool em casa gratuitamente. No site falso, os dados são roubados e os kits nunca chegam aos usuários.

Fabio Assolini, analista de segurança da Kaspersky, alerta que é necessário não negligenciar a segurança nas redes sociais, mesmo em tempos de pandemia. “Há um esforço geral para compartilhar informações essenciais sobre o coronavírus e elas são encontradas em diferentes locais: agências de saúde, sites da empresa, veículos de comunicação, entre outros”, diz o analista. “Uma coisa não muda, o usuário não deve inserir seus dados pessoais em locais desconhecidos”.

A recomendação é sempre desconfiar dos links enviados pelo WhatsApp. Observar o endereço do site, aquele que aparece na barra do navegador na parte superior, também é uma maneira de identificar possíveis páginas falsas da Internet.

A falha em fornecer dados para sites que podem parecer inseguros também é essencial para evitar uma fraude na Internet. Além disso, a Kaspersky recomenda sempre consultar outras notícias sobre o coronavírus que o aplicativo recebe em outras mídias.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

You May Also Like

About the Author: Adriana Costa Esteves

"Estudioso incurável da TV. Solucionador profissional de problemas. Desbravador de bacon. Não foi possível digitar com luvas de boxe."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *