O Ibovespa Futuro opera entre ganhos e perdas com investidores atentos ao Relatório de Inflação e 2ª onda da Covid

(Carl Court / Getty Images)

SÃO PAULO – O Ibovespa Futuro abre com ligeira queda nesta quinta-feira (24), após o desempenho pré-negociação das bolsas americanas. Ontem, Wall Street arrastou os mercados globais para mais um dia de liquidação generalizada de vendas de ações de alta tecnologia.

Aqui, os investidores divulgam o Relatório Trimestral de Inflação (RTI), divulgado hoje. O Banco Central reforçou a mensagem de que, apesar de uma assimetria no balanço dos riscos de alta para a inflação, não pretende subir Selic A menos que o quadro para o avanço dos preços na economia ou o regime tributário seja modificado.

Também no radar, a preocupação dos investidores com a segunda onda de coronavírus continua forte. O número de novos casos diários no Reino Unido aumentou 25% durante a noite, de acordo com a BBC. O país registrou 6.178 infecções ontem, em comparação com 1.252 na terça-feira.

Dois ministros alemães, Heiko Maas e Peter Altmaier, estão em quarentena após terem tido contato com pessoas infectadas pelo vírus.

Hoje, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, testemunham perante o Senado às 11 horas, horário de Brasília. Funcionários do Fed de Dallas, Robert Kaplan (10:00); Fed St. Louis, James Bullard (11h00); Fed Chicago, Charles Evans (14h); Fed Richmond, Thomas Barkin (14h); NY Fed John Williams (15h) também fará discursos.

O presidente do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, e o diretor de política econômica do BC, Fábio Kanczuk, falam às 11 horas em entrevista coletiva.

Às 09h12, o índice futuro de outubro apresentava ligeira variação negativa de 0,04%, a 95.575 pontos.

Já o dólar futuro com o mesmo vencimento registrou ligeira queda de 0,11%, para R $ 5.585.

No mercado de juros futuro, o DI de janeiro de 2022 cai três pontos base para 2,96%, o DI de janeiro de 2023 cai dois pontos base para 4,46%, o DI de janeiro de 2025 cai um ponto base em 6,47% e o DI de janeiro de 2027 registrou variação negativa de dois pontos base em 7,42%.

O cenário político nesta fazenda é dominado por movimentos do governo para criar um novo imposto. Para diminuir as resistências, o governo está negociando com a Câmara a possibilidade de aprovar a reforma tributária em troca da criação de uma nova CPMF com isenção do imposto sobre a folha de pagamento.

Além disso, o governo já definiu um novo programa social para substituir o Bolsa Família, que deve se chamar Renta Ciudadana. Outro destaque foi a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), de encaminhar ao plenário virtual do Tribunal a decisão sobre como deveria ser o depoimento de Jair Bolsonaro, presencial ou por escrito.

Nos Estados Unidos, o presidente Donald Trump recusou-se a se comprometer com uma transferência pacífica de poder caso fosse derrotado pelo candidato democrata Joe Biden nas eleições de novembro. “Teremos que ver o que acontece”, disse Trump, respondendo à pergunta de um repórter em uma entrevista coletiva na Casa Branca.

Evento FIIs

Esta quinta-feira marca o terceiro dia do maior evento de fundos imobiliários do país. Online e gratuito, o FII Summit – Fórum de Fundo Imobiliário, interpretado por InfoMoney, reúne executivos de algumas das maiores construtoras e incorporadoras do país, além de economistas, analistas e gestores da FII, que vão discutir as tendências desse mercado em seus diversos segmentos (comercial, hoteleiro, logístico e residencial).

Para participar do FII Summit, que conta com o apoio da XP Investimentos, inscreva-se gratuitamente no site do evento. Confira a programação completa clicando aqui.

Novo CPMF

O mercado segue os movimentos do governo para criar um novo imposto. Para diminuir as resistências, o governo está negociando com a Câmara a possibilidade de aprovar a reforma tributária em troca da criação de uma nova CPMF, com isenção do imposto sobre a folha de pagamento.

Segundo O estado de são paulo, a estratégia visa “pegar carona” na votação da reforma. Nesse acordo, a CPMF seria incluída na proposta de reforma tributária que a Câmara está tramitando, a PEC 45.

Com isso, a ideia é ganhar a aprovação do prefeito Rodrigo Maia (DEM-RJ), que é contra a CPMF, mas pode mudar de posição em troca do apoio do governo às propostas de reforma tributária na Câmara, segundo o jornal.

Ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a ofensiva para a criação do imposto. Ele citou a criação de “tributos alternativos” para garantir a isenção do imposto sobre a folha de pagamento e vinculou o imposto ao financiamento do novo programa de renda mínima que será criado na PEC do Pacto Federal, segundo o Folha de S.Paulo.

“Queremos isentar, queremos ajudar a encontrar trabalho, facilitar a geração de empregos, então vamos fazer um programa de substituição tributária”, disse Guedes.

O ministro pretende isentar totalmente o salário mínimo em todos os setores. Para contratos com maior remuneração, a contribuição cairia de 20% para 15%, dependendo Ou balão. O imposto sobre a transação compensaria o prejuízo.

Ontem, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), disse que o Congresso Nacional deveria anular o veto do presidente Jair Bolsonaro ao alívio da folha de pagamento. Se o cenário se concretizar, empresas de 17 setores da economia terão lucro garantido até o final de 2021.

Ainda em matéria tributária, foi aprovado ontem o projeto de lei que alterava a atual arrecadação do ISS pelos municípios brasileiros. A iniciativa transfere a autoridade de cobrança para o município onde o serviço é prestado ao usuário final.

Também foi aprovada a lei que permite a extensão dos incentivos fiscais às empresas exportadoras por mais um ano, suspendendo temporariamente o pagamento de tributos federais como Imposto de Importação, IPI e Cofins para restituição de concessões, segundo a CNN Brasil.

Em meio às discussões sobre reforma administrativa, enviadas ao Congresso no início deste mês, é contundente a informação de que a Procuradoria Geral da República (AGU) promoveu 607 procuradores da República. Desse total, 606 foram promovidos ao topo da carreira e receberão R $ 27,3 mil, segundo O Globo.

Renda de cidadão

A criação da Renda Brasil foi derrubada pelo presidente Jair Bolsonaro, mas o governo já definiu um novo programa social para substituir o Bolsa Família, que deve se chamar Renta Ciudadana. A informação foi dada ontem pelo relator da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) do chamado Pacto Federativo, senador Márcio Bittar (MDB-AC).

De acordo com O estado de são paulo, o presidente apoiou Bittar para negociar a questão no Congresso. O relator emitirá parecer com um conjunto de medidas para cortar despesas, enquanto os senadores incluirão propostas impopulares para abrir espaço no Orçamento, garantindo a criação do novo programa.

De acordo com o jornal, o projeto terá medidas que afetarão funcionários, propostas para eliminar a obrigação de fazer ajustes e se desconectar do Orçamento. Além disso, o piso destinado a saúde e educação deve ser removido.

Na atualidade nacional, outro destaque foi a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), de encaminhar ao plenário virtual do Tribunal de Justiça a decisão sobre como deve ser o depoimento de Jair Bolsonaro, presencial ou por escrito. A decisão surge no contexto de investigações para saber se o presidente tentou interferir na Polícia Federal.

O julgamento estava programado para começar em 2 de outubro. De acordo com Estado de S.PauloNesse modelo, os magistrados apenas depositam seus votos escritos no sistema eletrônico, sem debates, sem exposição à opinião pública ou transmissões ao vivo da TV Justiça.

Além disso, o presidente editou medida provisória que prevê o valor de R $ 10 bilhões para empréstimos a micro e pequenas empresas cujos produtos sejam comercializados em máquinas de cartão de crédito e débito, segundo Folha de S.Paulo.

De acordo com o governo, o programa visa reduzir os efeitos econômicos negativos causados ​​pela pandemia de Covid-19.

Ainda sobre os meios de pagamento, o presidente Jair Bolsonaro editou o decreto que estabelece a plataforma para o pagamento de títulos à Conta Única do Tesouro Nacional, a chamada PagTesouro. De acordo com CNN Brasil, será possível pagar serviços públicos sem ter que preencher um boleto ou ir a uma instituição financeira.

Em meio à crise ambiental e à fuga de capitais estrangeiros do Brasil, o Ministério Público Federal pediu à Justiça que avaliasse a demissão imediata do ministro Ricardo Salles. De acordo com Estado de S.Paulo, o pedido foi anexado ao expediente da ação de improbidade apresentada em julho que pede a saída do ministro do governo por “alteração intencional” de políticas ambientais.

Radar corporativo

Nas notícias corporativas, o aumento da volatilidade do mercado levou o banco de investimentos BR Partners a decidir cancelar sua listagem, segundo o Valor Econômico. Paralelamente, a Hidrovias do Brasil lançou sua Oferta Pública Inicial (IPO) com preço no piso da faixa indicativa.

Além disso, a CVC informou que está avaliando alternativas para aumentar ou refinanciar dívidas com credores. De uma dívida total da ordem de R $ 2 bilhões, R $ 600 milhões vencerão em novembro de 2020. A empresa disse que tem um caixa de R $ 1,5 bilhão e está pronta para a retomada plena de suas operações .

Outro destaque é o pedido de convocação de Assembleia Geral Extraordinária da JBS, feito pelo BNDESPar, que quer discutir as consequências de atos ilícitos de ex-administradores nos negócios da empresa.

Do Zero ao Ganho: 4 dias grátis intensivo com André Moraes ensina como obter o primeiro lucro na bolsa. Clique aqui para se inscrever

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci Shinoda

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *