O navegador Edge para Linux estreia em outubro

Demorou, mas finalmente já há uma data para o lançamento do novo navegador Microsoft Edge para sistemas Linux: mês que vem, ou seja, outubro. Portanto, o sucessor do Internet Explorer finalmente está chegando ao Linux. Alguns anos atrás, tal declaração teria abalado a indústria de tecnologia. Agora, em parte por causa da política da ‘nova Microsoft’ e em parte porque a empresa a anunciava há quase um ano, não estamos tão surpresos com este anúncio.

No entanto, agora está confirmado e tudo é verdade. A Microsoft anunciou hoje, durante o evento Ignite 2020, que o Edge terá uma versão prévia para Linux a partir de outubro. Na verdade, se você acessar este ligação O Microsoft Edge Insider pelo menos encontrará os ícones lá. Pelo que pode ser visto, já existem três versões em desenvolvimento: Beta, Dev e Canary.

O navegador Edge para Linux é lançado em outubro. Como instalar?

O navegador Edge para Linux estreia em outubro

O software pode ser baixado do site do Microsoft Edge Insider ou de repositórios específicos. Isso permite o navegador está instalado nas distribuições Debian e Ubuntu (e derivados). No entanto, suporte para outros sistemas, como Fedora e openSUSE virá mais tarde.

Desde o lançamento, a equipe de desenvolvimento do Edge planeja postar compilações semanais sincronizadas com o canal ‘Dev’ no Windows e Mac. Como o Chromium em que se baseia não possui um canal ‘Canáry’ para Linux, o Edge também não terá, mas terá os tradicionais ‘Beta’ e ‘Estável’.

Um navegador para todos os dispositivos

Desde o seu lançamento em janeiro, o ‘novo Edge’ (baseado no Chromium) está presente em “centenas de milhões de dispositivos” para Windows e macOS. No entanto, sua chegada ao Linux ajudará a ampliar o campo.

Essa mudança pode aumentar significativamente a participação de mercado da Edge? Seria difícil, porque não há tantos usuários Linux no desktop. No entanto, isso está em linha com a estratégia atual da empresa. Isso ocorre porque o subsistema Windows para Linux existe e a Microsoft está cada vez mais se esforçando para participar do mundo do código aberto. Kyle Pflug, gerente de programa da Edge, explica isso:

Ouvimos comentários de clientes corporativos que desejam implementar um único navegador em suas organizações, independentemente da plataforma, e temos o prazer de oferecer uma opção para aqueles que precisam de uma solução Linux.

Pensando em desenvolvedores

Pflug também afirma que, embora a comunidade de usuários de desktop Linux seja, como dissemos, “relativamente pequena quando se trata de usuários finais”, é notável “que” os desenvolvedores estão se envolvendo demais nisso “… e você quer reduza o incômodo e o custo de ter que testar seus projetos em um navegador que não está disponível no sistema que usam para programá-los.

Ao fornecer o mesmo comportamento de renderização e ferramentas em todas as plataformas, os desenvolvedores agora podem construir e testar seus sites e aplicativos no ambiente de sua escolha, sem se preocupar com a experiência do cliente. [com base no sistema operacional ].

A Microsoft garante que teste de extensões de automação, ferramentas de desenvolvimento e sistemas (como WebDriver e Puppeteer) continuará a funcionar como na versão Linux.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *