O novo Chromecast terá suporte nativo para Stadia apenas em 2021

Tudo sobre

Mais informações no Google Stadia

Ficha técnica

O Google apresentou nesta quarta-feira (30) seu novo modelo de Chromecast com o Google TV. A plataforma vai reunir os serviços da empresa para TV, como o YouTube, além de facilitar o acesso a conteúdo ao vivo e streaming, como o Netflix. No entanto, um produto que já estava presente nos Chromecasts atuais foi inicialmente excluído desta atualização: Stadia.

Stadia é a plataforma de streaming de jogos do Google, onde os jogadores podem desfrutar de jogos em alta definição com processamento na Internet, usando Chrome, smartphones e dispositivos como o Chromecast Ultra. No entanto, o novo modelo do Chromecast ainda não é compatível com o Stadia. Segundo a empresa, o apoio deve ocorrer no primeiro semestre do ano que vem.

O engraçado é que, de acordo com os testes do The Verge, é possível baixar o aplicativo Stadia. Ou seja, não existe um serviço nativamente no novo Chromecast, mas é possível baixar o programa e executá-lo na sua TV usando o aparelho recém-lançado. Embora o Google não tenha dado uma razão para essa falta de suporte, The Verge tem algumas especulações sobre isso.

Portanto, mesmo que funcione, o Google prefere não colocar o aplicativo nativamente em sua loja e dizer que não é compatível. Isso indica que você pode estar trabalhando em um novo aplicativo otimizado para a versão recém-lançada do dongle. A questão é que o novo Chromecast, usando o Google TV (ou seja, tem seu próprio sistema operacional), teria que compartilhar o processamento de ações pesadas, como rodar o Stadia.

Então, o que o Google pode ter que fazer é otimizar o aplicativo Stadia para ser oferecido de forma nativa para um Chromecast de qualidade. Lembre-se de que, para uma boa experiência, o Stadia deve ser executado com baixa latência.

Segundo plano

Este é mais um episódio que demonstra como o serviço de streaming de jogos do Google não é prioridade para a empresa. Anunciado em março de 2019, o Stadia seria um conjunto de ferramentas que incluiria compartilhamento de conta, recursos de streaming, a capacidade de salvar o progresso instantâneo e permitir apenas jogos por meio de processamento em nuvem. Além disso, a promessa inicial era de que a plataforma alcançaria navegadores, smartphones e Chromecast.

No entanto, grande parte dessas promessas não foi cumprida no lançamento em novembro de 2019. Por exemplo, só chegou aos smartphones (fora da linha Pixel) em fevereiro de 2020. Outras ferramentas, como compartilhamento de progresso e recursos de streaming nem mesmo têm uma data. a ser lançado.

O problema do Chromecast também é uma velha dor de cabeça. Quando o Stadia foi lançado em novembro, os usuários começaram a reclamar do superaquecimento do Chromecast Ultra (o único nativamente compatível com o serviço).

Em resposta, o Google disse que é normal a peça esquentar, mas que isso não deve interferir no processo de conexão. “Sabemos que as caixas de aquecimento podem ser uma preocupação, mas podemos confirmar que não há problemas de superaquecimento com o Chromecast Ultra”, explicou a empresa na época.

Fonte: A beira

Gostou deste artigo?

Assine seu e-mail no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas novidades do mundo da tecnologia.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *