O plano do Japão para que seus cidadãos encontrem o amor e tenham filhos

Subtítulo,

Um país asiático quer investir em tecnologia para unir casais, mas a antropóloga sugere que o problema é mais profundo: tem a ver com as limitações econômicas dos jovens, diz ela.

O Japão está usando inteligência artificial para alcançar o coração de seus cidadãos, que constituem uma população com uma das menores taxas de natalidade do mundo.

A partir do próximo ano, o país vai repassar recursos a instituições locais para projetos tecnológicos que facilitem o encontro das pessoas. Segundo a agência de notícias AFP, o valor total a ser distribuído pelo governo central será de cerca de 19 milhões de dólares (cerca de 97 milhões de reais).

No ano passado, o número de bebês nascidos no Japão foi inferior a 865.000, uma queda recorde na taxa de natalidade.

Alguns lugares no Japão já oferecem serviços de busca de parceiros, administrados por pessoas reais. Também existem ferramentas tecnológicas que costumam combinar informações como renda e idade.

You May Also Like

About the Author: Edson Moreira

"Zombieaholic. Amadores de comida amadora. Estudioso de cerveja. Especialista em extremo twitter."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *