O RB Leipzig venceu o Atlético com um gol no final e enfrenta o PSG de Neymar na semifinal

O RB Leipzig venceu o Atlético de Madrid por 2 a 1 nesta tarde (13), e avançou para as semifinais de Liga dos Campeões após um gol no final da partida. Nos minutos finais, a equipe de Simeone estava desesperada pelo empate e até mandou o goleiro Oblak para a área, mas sem sucesso. Os gols da vitória alemã foram marcados por Dani Olmo, aos 5 minutos do segundo tempo, e Adams, aos 42 minutos da fase final; o gol colchonero foi marcado por João Félix, de pênalti, aos 25 minutos, também da última fase.

Na semifinal, a equipe de Julen Nagelsmann enfrentará o Paris Saint-Germain, equipe da Neymar, que ontem (12) garantiu sua classificação após venceu Atalanta por 2 a 1 turno. A partida será disputada na próxima terça (18), às 16h (horário de Brasília), no Estádio da Luz.

Com o duelo entre franceses e alemães na semifinal, a grande decisão da Liga dos Campeões terá pelo menos um finalista inédito no duelo do próximo dia 23. PSG e Leipzig nunca foram tão longe no torneio.

O melhor: Dayot Upamecano

O defesa francês de 21 anos ultrapassou completamente o avançado Diego Costa. Ele venceu a maioria dos jogos, tanto por baixo como por cima, e o atacante veterano não conseguiu fazer sua marca registrada centro. Além disso, Upamecano sempre se desarmou e saiu do jogo como se fosse o meio-campista da equipe.

O pior: Diego Costa

Apesar de ter participado da jogada que levou ao pênalti marcado a favor do Atlético, Diego Costa foi muito ineficaz durante todo o jogo. Ele deixou o campo aos 26 minutos e deu lugar a Morata.

Atleti joga como eles gostam

A equipa de Diego Simoene insistiu na sua característica de aproveitar os erros do adversário e ir para o contra-ataque. Durante grande parte da primeira fase, a equipe aguardou o RB Leipzig em seu campo de defesa para explorar os espaços que sobraram na recuperação da equipe alemã.

A dobradinha de Renan Lodi e Yannick Carrasco, na esquerda, foi onde o Atlético de Madrid procurou criar as suas melhores oportunidades, e aos 12 minutos da primeira parte, depois de uma tabela entre os dois jogadores mencionados, quase abriu o marcador – o O goleiro húngaro Péter Gulacsi fez uma boa defesa.

O técnico argentino levantou Marcos Llorente junto com Diego Costa no ataque ao colchão. Porém, como o jogador espanhol é meio-campista, a ideia era pressionar a defesa do adversário para dificultar a construção das jogadas e ao mesmo tempo defender a equipe de Julen Nagelsmann.

RB Leipzig joga com apenas um zagueiro local

O jovem técnico Julen Naglesmann, de 33 anos, escolheu apenas um zagueiro de origem para o duelo contra o Atleti: o francês Upamecano. Junto com o jovem zagueiro, o RB Leipzig teve três times: Halstenberg, Angeliño e Klostermann.

Quando a equipa alemã teve a posse de bola, Angeliño ficou livre para atacar pela esquerda e os outros três mantiveram-se no setor defensivo, tanto que as melhores oportunidades para a equipa vieram do lado da equipa espanhola, que está emprestada pelo Cidade de Manchester.

Mudanças de Simeone melhoram o time

Na segunda fase, o Simeone promoveu a entrada dos avançados João Félix e Morata. Os portugueses fizeram o time sair mais para o jogo e com a entrada do atacante espanhol Marcos Llorente voltou a jogar no meio de campo e conseguiu jogar um futebol melhor do que quando jogou ao lado de Diego Costa no ataque.

Nagelsmann brilha na mudança

Aos 26 minutos, o técnico Julen Nagelsmann levou Laimer e escolheu Adams para substituí-lo. O americano foi o responsável pelo gol da vitória do time alemão após o desvio do zagueiro Savic.

Linha do tempo do jogo

A primeira mão do jogo não reservou muitas emoções. A melhor chance do RB Leipzig surgiu aos 3 minutos, quando Halstenberg disparou para a área, mas acabou chutando por cima da trave para o gol de Oblak. E o Atlético de Madrid estava aos 12 minutos, quando Lodi recebeu um passe profundo de Carrasco e cruzou para o próprio jogador belga, que terminou em primeiro e abriu ao lado para Gulacsi.

A fase final começou de forma muito diferente da primeira parte. Aos 5 minutos, o RB Leipzig fez vários passes pelo meio e Laimer encontrou Sabitzer livre na lateral direita, o meio-campista austríaco cruzou perfeito para Dani Olmo, que nem precisou pular de cabeça para abrir o placar para o Seleção Alemã. A resposta do Atlético surgiu aos 25 minutos, João Félix subiu na mesa com Diego Costa e saiu na cara de Gulacsi, mas foi derrubado por Lukas Klosterman e o árbitro marcou pênalti. O próprio jovem português venceu e empatou o jogo. Aos 43 minutos do segundo tempo, Adams recebeu belo passe de Angeliño pela lateral esquerda e chutou de graça, a bola desviou para o Savic e aproveitou as chances de Oblak.

FICHA TÉCNICA

RB LEIPZIG 2 X 1 ATLETICO DE MADRI

Dados: Quarta-feira 13 de agosto de 2020
Calendário: 16h (de Brasília)
Concorrência: Liga dos Campeões (quartas de final)
Local: Estádio José Alvalade, em Lisboa (POR)
Juiz: Szymon Marciniak
Auxiliares: Pawel Sokolnicki e Tomasz Listkiewicz

Cartões amarelos: Lukas Klostermann, Haidara e Kampl (RBL); Giménez e Renan Lodi (ATL)

Metas: Dani Olmo, 5 minutos do segundo tempo (RBL) e Adams (RBL), aos 43 anos no segundo semestre; João Félix (ATL), aos 25 ‘do segundo tempo.

RB LEIPZIG: Gulacsi; Angelino, Upamecano, Halstenberg e Klostermann; Nkunku (Haidara), Laimer (Adams), Kampl e Sabitzer (Mukiele); Dani Olmo (Schick) e Poulsen. Técnico: Julian Nagelsmann.

ATLÉTICO DE MADRI: Oblak; Lodi, Giménez, Savic e Trippier; Koke (Felipe), Saúl, Herrera (João Félix) e Carraso; Llorente e Diego Costa (Morata). Técnico: Diego Simeone.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *