O revisor do YouTube Videogamedunkey também quer vender jogos

Uma imagem de um burro de desenho animado em um terno de negócios fica na frente de um fundo rosa.

O maior crítico em jogos está entrando no cargo. Jason “videogamedunkey” Gastrow anunciado em seu último vídeo do youtube que ele e sua esposa Leah Gastrow, administrará um novo selo independente chamado Bigmode, dedicado a descobrir e evangelizar os melhores jogos ainda a serem feitos. “Estou cansado de ficar à margem esperando grandes jogos”, disse o YouTuber. “Agora eu quero entrar lá e ajudar a fazer isso acontecer.”

Gastrow é de longe o YouTuber mais dominante quando se trata de análises de jogos, com vídeos polidos apresentando uma mistura de piadas e opiniões sem adornos, obtendo consistentemente milhões de visualizações. Agora, ele diz que quer aproveitar seus anos de definição de tendências e canalizá-los para ajudar novos projetos independentes a se destacarem no “mar da mediocridade” de hoje. Como exemplos do que ele está procurando, ele cita alguns dos jogos indie mais vendidos e aclamados pela crítica nos últimos anos, como entrar no arsenal, azul claroS inferno.

Então, o que exatamente isso implica para Gastrow publicar seu jogo? O YouTuber não entra em muitos detalhes, mas afirma que os contratos do Bigmode serão os mais amigáveis ​​ao desenvolvedor e não limitarão a liberdade criativa. “Não estou procurando controle criativo sobre seus jogos, mas quero estar envolvido”, disse ele. O vídeo de anúncio termina com uma chamada para desenvolvedores e estúdios visitarem o site do Bigmode e compartilharem seus projetos e portfólios.

Não é incomum que grandes personalidades do jogo colaborem em jogos individuais ou até mesmo façam um como parte da promoção geral da marca. O canal de jogos de comédia Game Grumps já havia entrado em desenvolvimento com o lançamento de simulador de namoro pai dos sonhos em 2017. Mas lançar um negócio de publicação completo não é uma tarefa secundária, e o espaço já está preenchido com outros jogadores estabelecidos à medida que a cena de jogos indie explodiu na última década.

Os editores geralmente ajudam a financiar o desenvolvimento de um jogo e pagam por sua distribuição, marketing e outras necessidades logísticas em troca de uma parte da receita gerada. Muitas vezes, não é até que esses custos iniciais sejam pagos nas vendas do jogo que o desenvolvedores originais começam a ver algum benefícioque pode levar dias, semanas ou anos, dependendo do sucesso do jogo.

One thing Gastrow is promising is that the financial incentives around his new business venture won’t skew or dilute the opinions on his gaming channel. Reviewers on YouTube have long promoted themselves as fearless and uncompromised voices who aren’t beholden to anyone but their audience. The subtext is that the opinions they share are authentic, while everyone else is a shill. That’s certainly one of the messages in Gastrow’s announcement video.

“For gamers that actually play and care about video games, my channel is where they come to find out what’s actually worth playing, and I want all of the real deal gamers out there to know that I would never risk the legitimacy of my channel to push some junk-ass video games I don’t believe in,” he said. Of course, figuring out which game will be the next Cuphead and which will be just another trash imposter during the early phases of development is very different from pointing out that the latest blockbuster sequel é quebrado e chato.

Gastrow continua dizendo que seus vídeos permanecerão principalmente engraçados e alegres, mas também sérios e contundentes quando necessário, e que o Bigmod será uma continuação “harmoniosa” desse espírito. Veremos como essa ambição desaparece quando o primeiro jogo da gravadora for lançado.

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.