Opinião: A recuperação do Palmeiras no futebol vai além da busca por um novo técnico | Palmeiras

Enquanto a diretoria trabalha para fechar a contratação do técnico espanhol Miguel Ángel Ramírez e assim planejar um futebol mais atraente para o futuro, o Palmeiras mostrou no último domingo, na derrota por 2 a 0 para o Fortaleza, que seu presente preocupa e vai mais longe . escolha um novo treinador.

A equipe foi para o Castelão com o melhor do seu setor ofensivo. Começou com três meias (Zé Rafael, Lucas Lima e Raphael Veiga) e um atacante (Luiz Adriano) na tentativa de ter mais opções de criação. Depois, já perdendo, tentou melhorar a velocidade nas laterais com Wesley, Willian e Gabriel Veron.

Com exceção das jogadas de chegada de Raphael Veiga na área, com Luiz Adriano recuando e dando um bom passe para Matías Viña em uma dessas jogadas, o Palmeiras voltou a ficar preso em um futebol de pouca emoção.

Se antes a defesa “salvava” a invencibilidade do Palmeiras, que chegava a 20 jogos na era Vanderlei Luxemburgo – com muitos empates, é verdade – agora o setor parece mais igual em um time cada vez mais apático.

Raphael Veiga estreou pelo Palmeiras contra o Fortaleza – Foto: Natinho Rodrigues / SVM

A marcação aberta deve ser compensada com intensidade e velocidade em um setor técnico e com a possibilidade de ter mais bola nos pés. Foi assim que funcionou algumas vezes com Patrick de Paula e Gabriel Menino no Campeonato Paulista, torneio que merece ser destacado pelos Palmeirenses por toda a retrospectiva do time contra o Corinthians nos últimos anos.

Mas o jogo não funcionou. Está piorando. Por isso, além da chegada de um novo técnico, o Verdão precisa olhar para o seu time, seu elenco e também o mercado. Ainda para 2020.

Não será fácil contratar em uma temporada de renda declinante e prioridade para um reajuste econômico, algo necessário antes mesmo da crise provocada pela nova pandemia do coronavírus.

Foram anos de investimentos e contratos longos. Alguns são até desnecessários. Para coletar trocas com o novo técnico, seja Ramírez ou qualquer outra pessoa que assuma o Palmeiras, também será necessário fornecer alternativas para que 2021 seja diferente.

O Verdão nunca se posicionou como candidato ao título brasileiro. Você pode triunfar em uma competição eliminatória, como a Libertadores e a Copa do Brasil, porque há qualidade individual no elenco. Mas é um fato que ainda há muito trabalho a ser feito.

You May Also Like

About the Author: Ivete Machado Castilho

"Introvertido. Leitor. Pensador. Entusiasta do álcool. Nerd de cerveja que gosta de hipster. Organizador."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *