Os institutos da GDF decretam coletar doações

O Governo do Distrito Federal (GDF) criou o Comitê de Emergência Covid-19 para coletar doações que podem ajudar a combater o novo coronavírus. A iniciativa foi publicada no Diário Oficial do Distrito Federal nesta quarta-feira (25), especificada no Decreto nº 40.559.

De acordo com o texto, serão recebidos auxílios de vários tipos, como bens móveis e imóveis, dinheiro, serviços, suprimentos e equipamentos. As doações devem ser feitas sem qualquer encargo ou cobrança ao Distrito Federal.

“Essa é outra das ações que demonstram o compromisso e a preocupação com a saúde da população e a busca de soluções para o grave problema da pandemia causada pelo coronavírus”, explica o diretor-presidente do Instituto de Gestão Estratégica da Saúde no DF (Iges-DF), Sérgio Costa.

Especificação

Conforme especificado no decreto, as doações em dinheiro devem ser creditadas exclusivamente no BRB (Banco 070), Agência 0100-7, conta corrente nº 062.958-6, CNPJ 00.394.684 / 0001-531.

No caso de bens móveis e imóveis, suprimentos e equipamentos, devem ser entregues ao Ministério da Economia (CNPJ 00.394.684 / 0001-53), no seguinte endereço: SIA – SAPS, Seção 1, Lote H, Brasília, DF.

Em breve, o Ministério da Economia disponibilizará em seu site (www.economia.df.gov.br) um link específico para doações, o mesmo procedimento que o Ministério da Justiça e Cidadania adotará em www.portaldovoluntariado.df.gov. br.

Além disso, o Call Center 156 fornecerá informações aos cidadãos que pretendem fazer doações.

Comité

O Comitê de Emergência Covid-19 será coordenado pelo chefe do Ministério da Economia, representando o GDF. O grupo será responsável por receber, planejar e coordenar campanhas de coleta de doações, além de desenvolver ações que serão desenvolvidas para enfrentar a pandemia.

A rede de coleta de doações será composta por membros de diferentes organizações e entidades, como os departamentos de Economia, Saúde, Orçamento, Desenvolvimento Econômico, Comunicação, Justiça e Cidadania, Gestão Administrativa, Economia e Finanças e Planejamento.

Representantes da Controladoria Geral, Casa Civil, Banco de Brasília, Federação de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fercomércio / DF), Federação de Indústrias (Fibra / DF), Federação de Agricultura e Pecuária (Fape / DF), Câmara de Comerciantes (CDL-DF), Associação Comercial (ACDF), Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon / DF), Associação Brasileira de Construtores (Asbraco), Serviço Brasileiro de Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Comitê Permanente do Conselho de Políticas públicas e gestão governamental do GDF.

Com informações da Agência Brasília

You May Also Like

About the Author: Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *