Paraná marca o 1º gol da Série B 2020, mas rende o empate para o Confiança

O Paraná Clube estreou com um empate decepcionante na Série B em 2020. Em Aracaju, na noite desta sexta-feira (7), o time venceu o Confiança por 2 a 0, em Aracaju (SE). Mas ele desistiu do empate marcando dois gols, um dos quais aos 50 minutos do segundo tempo. A partida, que terminou 2 a 2, foi válido para a primeira rodada da competição e foi o segundo jogo da rodada.

Antes, a primeira partida da Série B, entre Cuiabá e Brasil de Pelotas, terminava em 0 a 0, então quem fizesse o primeiro gol em Aracaju automaticamente faria o primeiro da competição. E a homenagem foi para Renan Bressan, que abriu o placar. O outro gol do Paraná era Gustavo Mosquito.

O Paraná Clube volta a campo na próxima terça-feira (11), quando recebe o Avaí na Via Capanema.

POLÍTICAS

No primeiro minuto da etapa final, houve polêmica. Reis avançou pela esquerda e um carro de Fabrício tocou seu pé dentro da área. O árbitro deu cartão amarelo ao jogador do Confiança, para simulação. A televisão mostrou que havia o anel. No meio do apito, o ex-árbitro Sandro Meira Ricci disse que não houve pênalti e que não havia razão para dar o cartão amarelo.

Na venda, o lateral Jean Víctor, do Paraná, tocou uma bola com o braço, perto de uma tábua, e o árbitro deixou passar. O braço estava aberto e a ação do jogador impediu um gol do Confiança. No Central do Apito, Ricci disse que não marcará pênalti.

ESCALAÇÁO

De todos os reforços trazidos pelo Paraná, dois estreiam como titulares contra o Confiança: o lado Toninho e Jean Victor. Toninho foi escolhido porque Paulo Henrique, o titular, teve resultado positivo para coronavírus, segundo o próprio clube. Nas demais posições, o técnico Allan Aal selecionou jogadores que já estavam no clube. A equipe entrou em campo em 4-3-3.

PRIMEIRA VEZ

Em um primeiro tempo truncado, o Paraná conseguiu concretizar algumas jogadas na lateral esquerda. Em um deles, aos 11 minutos, houve polêmica. O Mosquito estava faltando a apenas alguns centímetros da área. Os jogadores marcaram o pênalti, mas o árbitro falhou fora da área. Por outro lado, a equipe levou os sustos em bolas altas para a área. A etapa contou com poucos movimentos perigosos e parecia estar caminhando para uma finalização sem gols. Até os 46 minutos, quando Renan Bressan rebateu de fora da área e acertou o canto esquerdo do goleiro Rafael Santos, “eles tiveram algumas chances, mas no final tivemos mais posse de bola. Temos que consertar algumas coisas ”, disse o meio-campista.

SEGUNDO TEMPO

O Paraná voltou igual no 2º tempo e produziu pouco. Aos 12 minutos, Wandson, recém-contratado, estreou-se no Paraná, quando substituiu Gabriel Pires. Quando o Confiança cresceu no jogo, o Paraná fez um contra-ataque e o Mosquito fez 2 a 0, aos 19 minutos. Aos 23, o aracante Bruno Gomes, outro estreante, entrou no lugar de Raphael Alemão.

O Paraná fez um jogo relativamente controlado, mas não conseguiu defender e o Confiança o eliminou, com Danilo Pires, aos 28 minutos. A partir daí, o time do Paraná tentou resistir; Allan Aal fez as últimas três trocas aos 36: Renan Bressan, Gustavo Mosquito e Carlos Dias saíram, entraram Michel, Thiago Alves e Kaio. As cinco trocas permitidas (não três) são uma novidade da regra do futebol em tempos de coronavírus.

Nos descontos, o Paraná escapou para levar o empate porque o goleiro Alisson fez grande defesa e Jean Victor defendeu um gol na lateral da trave. Mas, aos 50, Iago atirou na curva e declarou o empate.

ESTATISTICAS

O Paraná teve 7 finalizações (3 mãos direitas), 34% de posse de bola, 65% de eficiência no passe e 2 escanteios. A Confiança adicionou 24 finalizações (10 da direita), 66% de posse, 84% de eficiência de passe e 5 cantos. Os números são do SofaScore.

2 x 2 PARANÁ CLUB TRUST

Confiança: Rafael Santos; Marcelinho, Nirley, Matheus Mancini e Djalma Silva (Duda); Amaral (Jefferson), Danilo Pires (Rafael Vila) e Everton (Ítalo); Reis, Mikael e Ari Moura (Iago). Treinador: Matheus Costa
Paraná Clube: Alisson; Toninho, Thales, Fabrício e Jean Victor; Jhony Douglas, Carlos Dias (Kaio) e Renan Bressan (Michel); Gabriel Pires (Wandson), Raphael Alemão (Bruno Gomes) e Gustavo Mosquito (Thiago Alves). Treinador: Allan Aal
Metas: Renan Bressan (46-1º), Mosquito (19-2º), Danilo Pires (28-2º), Iago (50-2º)
Cartões amarelos: Matheus Mancini, Amaral, Reis, Toninho, Fabrício, Danilo Pires, Jean Victor, Bruno Gomes
Árbitro: Luiz Paulo de Moura Pinheiro (MT)
Local: Estádio Lourival Baptista (Batistão), em Aracaju (SE), sexta-feira às 21h30.

LANÇAMENTOS DE JOGO

PRIMEIRA VEZ

5 – Reis dribla Jhony Douglas e arremessa para Everton, que acerta o gol. Alisson leva

9 – Raphael Alemão joga na esquerda e cruza rasteiro na pequena área. Gabriel Pires não chega na hora

14 – Mosquito domina a bola na área e dribla um marcador e cruza. O goleiro pula e pega

18 – Canto apontado por Ari Moura. A bola passa pela pequena área e Reis acaba de cara para baixo

24 – Ari Moura bate escanteio. Nirley bate Fabrício por cima, mas larga de cabeça

29 – Danilo Pires arrisca de fora da área e manda para a esquerda do gol

33 – Carlos Dias perde perto da área. Ela fica com Mikael, que acaba acima

36 – Jhony Douglas cobra falta e manda por cima da barra

41 – Djalma Silva cobra falta e manda embora

46 – Gol do Paraná. Jhony Douglas rouba a bola no campo de ataque e joga para Renan Bressan, que bate de fora da área e acerta o canto esquerdo do goleiro

SEGUNDO TEMPO

3 – Djalma avança para a esquerda e cruza. Everton Santos chuta mal. Mikael pega a bola, recebe, gira e chuta. Alisson leva

16 – Após cobrança de falta para a área, Mikael desvia a cabeça e Alisson pega a bola

18 – Ari Moura bate escanteio, Reis cabeceia e Alisson chuta

19 – Gol do Paraná. Toninho dá um contra-ataque e deixa Renan Bressan, que rola em direção a Mosquito. Domine fora da área, corte um marcador e finalize com uma curva, no canto esquerdo do goleiro

22 – Matheus Mancini riscos de fora da área e regras acima

25 – Wandson recebe de Renan Bressan e arrisca de fora da área. A bola vai

26 – Após a travessia, Danilo Pires testa sua bicicleta e manda à direita do gol

28 – Gol da Confiança. Jean Victor perde o jogo. Ítalo pega a bola e devolve para Danilo, que finaliza. A bola desvia para a Thales e entra pela direita do goleiro

32 – Após escanteio, Nirley cabeceia e Alisson faz boa defesa

35 – A cobrança de falta de Reis na área. Thales desvia contra seu próprio gol. Allison cai e pega

42 – Reis lança falta para a área. Nirley vai para fora

45 – Reis cobra falta dentro da área. Mancini lhe devia sua cabeça. Alisson dá saltos e curvas. Italo ataca, Nirley cabeceia e Jean Victor salva com o braço perto do poste. A bola volta para Confiança e Iago finaliza, mas o goleiro pega.

50 – Gol da Confiança. Italo joga na direita. Iago recebe, chuta de fora da área e acerta o ângulo

You May Also Like

About the Author: Gabriela Cerqueira Corrêa

"Solucionador de problemas do mal. Amante da música. Especialista certificado em cultura pop. Organizador. Guru do álcool. Fanático por café."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *