Paulinho, vocalista do Roupas Nova, morre no Rio aos 68 anos após contratar a Covid-19 | Rio de Janeiro

O cantor Paulo César Santos, o Paulinho, integrante do grupo Roupas Nova, morreu na noite desta segunda-feira (14), aos 68 anos. Ele foi internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Copa D’or, na Zona Sul do Rio, tentando se recuperar das complicações da Covid-19.

  • FOTOS: a carreira do cantor

A informação do óbito foi confirmada pela assessoria de imprensa e unidade de saúde da quadrilha. O hospital também disse não ter autorização da família para divulgar mais detalhes. Em uma mensagem enviada para G1, a consultoria Roupas Nova informou que a artista “não foi mais infectada [com coronavírus]Porém, como consequência do vírus, outros fatores complicaram ”.

Paulinho foi diagnosticado com coronavírus enquanto se recuperava de um transplante de medula óssea que havia realizado em setembro para tratar linfoma; No procedimento, foram utilizadas células do próprio paciente, que responderam bem ao tratamento. No entanto, em novembro, ele teve que ser hospitalizado novamente, desta vez com Covid-19.

Em uma postagem nas redes sociais no início desta segunda-feira, a banda havia informado que o estado de saúde do artista era delicado.

Paulinho foi admitido na Copa D’Or – Foto: Jamile Alves / G1 AM

Nascido no Rio em 1952, Paulo César Santos se apresentou em danças cariocas antes de ingressar na banda Os Famks na década de 1970. O grupo posteriormente mudaria o nome de Os Motokas, antes de receber o nome definitivo, Underwear, após Assinar um contrato. gravação, já na década de 1980.

Sua voz se tornou uma das principais marcas da banda. Paulinho é vocalista de sucessos como “Canção de Verão”, “Sensual”, “Volta para mim”, “Asas de Prazer” e “Meu universo é você”.

Roupas Nova canta “Sapato Velho”, de Paulinho Tapajós

Foi também percussionista do grupo, além de autor de canções como “Assim como eu” e “Fora do ar”, entre outros integrantes.

Com Serginho Herval, Kiko, Nando, Ricardo Feghali e Cleberson Horsth, ajudou a transformar o Outfit em fenômeno no início dos anos 1980.

O grupo se consolidou a partir do segundo álbum de sua carreira, lançado em 1982, com o clássico “Clarear”, que virou tema da novela “Jogo da vida” (TV Globo).

Foi o início de uma carreira que faria de Roupas Nova um disco de telenovela, com mais de 30 músicas selecionadas para programas de televisão.

Com o grupo, Paulinho já compartilhou voz com nomes como Ivete Sangalo, Zélia Duncan, Elba Ramalho, Zezé di Camargo e Luciano e artistas internacionais como a banda americana de soul The Commodores.

Paulinho deixa dois filhos: Pepê, baterista da banda Jamz, revelado no programa SuperStar (TV Globo), e o cantor Twigg.

You May Also Like

About the Author: Jonas Belluci

"Viciado em Internet. Analista. Evangelista em bacon total. Estudante. Criador. Empreendedor. Leitor."

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *